Tamanho da fonte: -A+A

A WEG formou uma joint-venture com a paulista Cestari, através da qual formará um novo negócio focado no desenvolvimento, a fabricação e comercialização de redutores e motorredutores.

 
De acordo com observadores de mercado, é um passo importante da companhia catarinense para enfrentar concorrentes europeus e asiátivos.
 
A joint-venture, na qual a WEG terá 50% mais uma das ações será iniciada com os  ativos relacionados à fabricação de redutores de velocidade da Cestari, que devem atinjir receita líquida de aproximadamente R$ 70 milhões em 2011.  
 
O negócio deve combinar as soluções de motores elétricos e sistemas de automação industrial oferecidas pela WEG e os redutores de velocidade e motorredutores desenvolvidos pela Cestari  em pacotes de soluções integradas.
 
As soluções power transmission, que integram motor elétrico, inversor de frequência e redutor de velocidade, são cada vez mais demandadas pelo mercado, pois melhoram o desempenho operacional e maximizam a eficiência energética.
 
“Nossa estratégia de oferecer soluções completas fica ainda mais forte agora, com uma linha de produtos ampla e flexível, combinando soluções elétricas e mecânicas.” afirmou o diretor superintendente da WEG Motores, Siegfried Kreutzfeld.
 
Com sede em Jaraguá do Sul, a WEG encerrou 2010 com lucro líquido consolidado de R$ 519,8 milhões, 5,6% inferior ao resultado de 2009, e mais de 23,8 mil colaboradores.
 
Além da sede e das fábricas brasileiras, que ficam em Blumenau, Itajaí, Gravataí, Guaramirim, Hortolândia, São Bernardo do Campo, Manaus e Mauá, a empresa mantém operações na Argentina, México, EUA, Portugal, China, e Índia.
 
A corporação produz motores elétricos, componentes eletroeletrônicos, produtos para automação industrial, transformadores de força e distribuição, tintas líquidas e em pó, além de vernizes eletroisolantes, entre outros produtos.