Caxias: crescimento econômico de 16% no 1T10

28/04/2010 12:05

O desempenho da economia de Caxias do Sul em março registrou crescimento de 16,9% em comparação com fevereiro, fazendo com que a alta acumulada alcance o índice de 16% no trimestre.

Tamanho da fonte: -A+A

O desempenho da economia de Caxias do Sul em março registrou crescimento de 16,9% em comparação com fevereiro, fazendo com que a alta acumulada alcance o índice de 16% no trimestre.

O estudo, divulgado pela CIC - Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul e pela CDL - Câmara dos Dirigentes Lojistas, nesta terça-feira, 27, aponta que na relação entre março de 2010 e março de 2009 os setores tiveram significativas taxas de crescimento, com alta superior a 30% na indústria, 8% no comércio e 5% nos serviços.

O acumulado dos últimos 12 meses ficou equilibrado, com queda de menos 0,1%, o que significa que foram recuperadas as perdas verificadas em relação aos 12 meses anteriores, sinalizando o fim do período recessivo.

Contudo, a análise no período de 12 meses mostra que o comércio e a indústria registram números negativos de menos 2,2% e menos 4,3%, respectivamente, contrastando com o crescimento dos serviços de 6,3%.

De acordo com o diretor de Economia, Estatística e Finanças da CIC, Alexander Messias, em março todos os componentes do Índice de Desempenho Industrial apresentaram crescimento em relação a fevereiro deste ano. Na comparação com março de 2009, o crescimento é ainda maior, registrando índices que variam de 18% a 69%.

O crescimento porém é atípico porque decorre da comparação com um mês afetado pela crise econômica. “Os números são muito expressivos e a expectativa é reverter todos os indicadores até maio”, pondera Messias.

A economia por setores
Em março, o comércio caxiense obteve um crescimento de 11,61% em relação a fevereiro de 2010 e de 7,91% em relação a março de 2009. Na relação com fevereiro, somente o segmento de livrarias, papelarias e bazar apresentou uma queda expressiva de 61,17%.

Segundo o diretor de Economia e Estatística da CDL, Miguel Fortes, isto se deve à sazonalidade, já que em fevereiro foi o ponto alto de faturamento do setor em função da volta às aulas.

Quanto aos empregos, o município bateu o recorde total de postos de trabalho com carteira assinada, desde que se iniciou a série histórica da pesquisa, em 2001, totalizando 156.079 vagas, um crescimento de 6,7% em relação aos últimos 12 meses.

Em março, foram abertos 1.004 novos empregos na cidade, o que significa uma desaceleração no ritmo das contratações. Isso indica que os ajustes nos quadros funcionais das empresas necessários até o momento estão em fase de conclusão. Segundo Messias, as empresas anteciparam as contratações prevendo o aquecimento da economia ao longo de 2010.

Já as exportações cresceram 14,9% em relação a fevereiro, fazendo com que o acumulado do ano alcançasse o patamar de 28,3%. Entretanto nos últimos 12 meses as perdas ainda são de 32,9%. As importações, por sua vez, cresceram 57,5% entre março e fevereiro e 74,3% na comparação com março de 2009. O acumulado do ano nas importações é positivo em 24,9%.

Segundo os diretores da CIC, os números mostram melhoria no cenário do comércio exterior, sendo que março registrou o mais alto valor de importação e exportação desde o início da crise.

Crescimento superior ao nacional

O percentual de crescimento da economia na serra gaúcha ultrapassa o dobro do percentual nacional: o Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal) apontou um crescimento nacional estimado em fevereiro de 7,4% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Os índices nacionais foram notícia no Baguete e podem ser conferidos na íntegra na matéria relacionada abaixo.

Veja também

Caxias: a preferida para abertura de negócios

Caxias do Sul figura pelo quinto ano consecutivo como o município mais atrativo para a abertura de novos negócios e investimentos do Rio Grande do Sul. A cidade lidera as opções de investimentos econômicos com 63%, seguida por Porto Alegre, Rio Grande, Santa Maria e Canoas.

Caxias do Sul pelo MPS.BR
Caxias do Sul deu um novo passo na mobilização pela qualidade do software produzido na cidade nesta quarta-feira, 03, ao anunciar o segundo grupo cooperativado de empresas interessadas em obter o MPS.BR

Effective Software, Guardian Tecnologia da Informação e Millennium Software estão em busca no nível G, o primeiro dos sete estágios do modelo brasileiro. Benfare, Keyworks e Mercanet, que já participaram do primeiro grupo, dão continuidade ao esforço e devem se certificar no nível F.
Jornal do Comércio e QualiData na CIC-Caxias

A próxima reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC), que acontece na segunda-feira, 26, irá contar com uma abordagem regional do estudo As Marcas de Quem Decide na Serra Gaúcha, pesquisa de preferência de marcas realizada há 12 anos no Rio Grande do Sul pela QualiData em parceria com o Jornal do Comércio.

Serasa: PIB cresceu 7,4% em fevereiro

O Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal) apontou um crescimento estimado em fevereiro de 7,4% em relação ao mesmo mês do ano passado.  É a maior taxa desde julho de 2008.

Com isto, a expansão da atividade econômica acumulou alta de 7,3% no primeiro bimestre de 2010 (comparativamente ao mesmo período do ano anterior), fazendo com que a variação acumulada nos 12 meses encerrados em fevereiro atingisse 1,4%.

Fiesp: PIB cresce 6,2% em 2010
A Fiesp estima que o PIB do Brasil deve crescer 6,2% em 2010, ante uma expansão de 0,4% este ano, informa a Agência Estado.

“O Brasil não é mais o País do futuro, mas, sim, do momento. Temos um cenário muito favorável no longo prazo, inclusive com investimentos relacionados ao pré-sal, Copa do Mundo em 2014 e Olimpíadas de 2016”, comenta Paulo Skaf, presidente da federação paulista.
BC revê previsão de PIB brasileiro para cima
O mercado melhorou os prognósticos para o crescimento econômico brasileiro neste ano e no próximo, além de reduzir o cenário de inflação para os dois anos, segundo o relatório Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira, 16.

A estimativa para o PIB em 2009 aumentou para expansão de 0,21%, ante os 0,20% previstos na semana passada.

Já para 2010, o cenário foi revisto para crescimento de 5%, ante os 4,83% anteriores.
PIB do Brasil vai crescer 4,2% em 2010
O mercado financeiro voltou a melhorar suas estimativas para o desempenho da economia brasileira em 2009 e 2010, segundo relatório Focus divulgado nesta segunda-feira, 21.

Agora, a previsão para o PIB em 2009 é de estabilidade ante contração de 0,15% na semana passada. O prognóstico para 2010 passou de crescimento de 4% para expansão de 4,20%.