Tamanho da fonte: -A+A

Indícios de falhas e irregularidades foram identificados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) no Comprasnet e no Siasg – principais sistemas de licitações e compras do governo federal.

Os sistemas são utilizados para operacionalizar atividades inerentes às contratações e compras do governo por pregões eletrônicos, além de dar acesso a informações sobre licitações e contratos.

Segundo relatório do TCU, divulgado pelo site TI Inside, algumas das “informações constantes nas bases de dados dos sistemas não são confiáveis”.

Além disso, concluiu o TCU, os controles para inibir a ocorrência de falhas não são suficientes e o comportamento inadequado de empresas e de servidores propiciam a ocorrência de fraudes.

Outras irregularidades, como empresas concorrentes com sócios em comum numa mesma licitação, contratos com empresas de parlamentares e contratos firmados com empresas cujos sócios são servidores públicos do próprio órgão contratante também foram encontradas.

Foi determinado que o Ministério do Planejamento, implante controles para evitar irregularidades.

Leia a matéria completa do TI Inside nos links relacionados abaixo.