Tamanho da fonte: -A+A

Uma pesquisa da consultoria Accenture comparou as tarifas bancárias cobradas em 15 países e descobriu que os preços brasileiros estão entre os menores.

De acordo com a publicação da Exame, a consultoria chegou a essa conclusão ao montar dois pacotes globais de tarifas, um para o consumidor que usa com frequência os serviços bancários e outro aos que usam moderadamente.

Nos sete maiores brancos do Brasil, o custo médio dos pacotes varia entre R$59,60 e R$27,70.

Entre os países pesquisados, os valores brasileiros são superiores somente aos cobrados na Índia, no México e na França, respectivamente, R$ 2,50 e R$ 7,50; R$ 20,60 e R$48,70; R$25,50 e R$47,60.

Conforme a consultoria, o pacote básico representa apenas uma pequena parte dos serviços oferecidos. Para ser plausível, a consultoria levantou os serviços mais utilizados nos 15 países e levou em consideração as especificidades de cada um deles.

Entre os serviços incluídos, há diversos que são bem mais baratos no Brasil do que no resto do mundo. A realização de uma transferência de recursos entre bancos via TED ou DOC, por exemplo, custa em média R$7,50 no Brasil. O custo médio nos países europeus chega a R$17, enquanto na Argentina, essa tarifa alcança R$ 61.

A pesquisa aponta que outro serviço relativamente barato é o de saques em caixas eletrônicos. Cinco países pesquisados não cobram pelos saques. No Brasil, isso só não acontece quando a operação é realizada nos caixas das agências.


A tarifa média para o uso do caixa eletrônico além do que já está incluído no pacote básico é de R$0,88. Na Alemanha, o mesmo serviço sai por R$3,32.

Já a anuidade do cartão de crédito nacional está dentro da média mundial. O serviço custa em média R$52. Os Estados Unidos e a Inglaterra não cobram pelo serviço, mas, na Argentina, a anuidade média sai por R$83.

Para realizar o estudo, além do Brasil e dos países citados, a Accenture avaliou as taxa bancárias da Singapura, Austrália, Japão, Hong Kong, Rússia, Turquia e África do Sul.
 

Abaixo, confira a tarifa bancária cobrada pelo países analisados.