A M2Sys Tecnologia, empresa de Curitiba especializada em soluções e serviços de processamento de transações por imagem, acaba de inaugurar uma regional em São Paulo.

A companhia é responsável pela principal operação brasileira de truncagem (processamento de cheques e boletos por imagem) já realizada em escala real, com mais de 350 milhões de documentos processados em 2010 para cerca de 1,1 mil agências bancárias.

Além de vender serviços e soluções de processamento, a partir do novo escritório paulista a empresa irá oferecer o portfólio de ferramentas para truncagem, autenticação digital e ECM (Enterprise Content Managment) desenvolvido pela Veros IT, que pertence ao mesmo grupo controlador da M2Sys.

A regional paulista será comandada pelo consultor Sérgio Pina Herrera, especialista em sistemas financeiros e tecnologias de processamento por imagem que prestava serviços há alguns meses para as empresas do grupo.

Herrera irá se reportar ao diretor Comercial do grupo, Gian Franco Nercolini.
 
"A inauguração deste escritório viabiliza não só uma proximidade maior com os grandes bancos, que estão em fase de avaliação de seus projetos de truncagem, mas também de grandes empresas que partem para o uso da imagem como solução de eficiência de processos", afirma Herrera.

Segundo o executivo, uma pesquisa realizada pela companhia detectou uma demanda crescente, tanto de empresas quanto de órgãos de governo, por tecnologias como Paperless (sistemas que eliminam o fluxo de documentos em papel) e pela adoção de ECM.

"Achamos que 2011 será o ano em que este interesse começará fortemente a se traduzir em projetos”, finaliza Herrera.

Além da sede paranaense, a M2Sys também mantém uma estrutura de Data Processing Image (DPI) em Curitiba, inaugurada no ano passado com investimento inicial de R$ 2 milhões; e outra unidade em Brasília.