Com Netcenter, CBV reduz gastos de TI em 45%

05/07/2011 15:29

Cerca de 45% de redução de cerca de 45% nos gastos com TI.

É o que contabiliza a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) seis meses após contratar soluções e serviços da Netcenter para prevenção de paralisações nos servidores, recuperação de problemas de software e hardware, controle de acesso e gerenciamento do uso de recursos de TI.

Tamanho da fonte: -A+A

Cerca de 45% de redução de cerca de 45% nos gastos com TI.

É o que contabiliza a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) seis meses após contratar soluções e serviços da Netcenter para prevenção de paralisações nos servidores, recuperação de problemas de software e hardware, controle de acesso e gerenciamento do uso de recursos de TI.

No projeto, a Netcenter estabeleceu, por exemplo, políticas de utilização dos recursos pelos usuários da CBV, otimizando a gestão da TI para que os funcionários pudessem focar atividades estratégicas do negócio.

Políticas de risco compartilhado também foram implantadas, o que equivale a dizer que agora são realizadas diversas ações e periódicas verificações no ambiente de TI da CBV, permitindo identificar e corrigir deficiências de controle, eliminando quedas de rendimento e falhas nos sistemas, por exemplo.

“A Netcenter trouxe também maior agilidade nas unidades de negócios que podem realizar suas atribuições mesmo fora do ambiente de trabalho, 24 horas por dia, se assim for necessário”, afirma Carlos Manuel, gestor de TI da CBV.

Fundada em 1954 e organizada por unidades de negócios, a Confederação Brasileira de Voleibol é responsável por realizar toda a parte técnica e logística dos campeonatos em território brasileiro.

Pelo menos uma vez por ano, cada estado brasileiro recebe uma competição oficial organizada pela CBV, que é filiada ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e à Federação Internacional de Voleibol (FIVB).

Já a Netcenter tem sede no Rio de Janeiro e oferece soluções e serviços para operação, manutenção e atualização de infraestrutura de TI.

A companhia atende a clientes de setores como serviços, indústria e construção civil, entre outros. A carteira inclui nomes como Golden Cross, Mark Building, RJZ-Cyrella, L'Oreall e Embelleze.

Veja também

Netcenter triplica capacidade com Nimsoft

A Netcenter, especializada em outsourcing e infraestrutura de redes de TI, com sede no Rio de Janeiro, triplicou a capacidade de prestação de serviços de gerência de infraestrutura crítica com a compra da solução NMS (Nimsoft Monitoring Solution).

Segundo Cláudio Medeiros, diretor da Netcenter, a solução trará mais eficiência aos clientes.

Netshoes: iPads entre shorts e chuteiras

A Netshoes, loja online especializada em artigos esportivos, inclui os iPads ao seu portfólio.

Segundo a empresa, a razão para encaixar os tablets da Apple entre bolas, chuteiras, shorts e bermudas é o pedido dos próprios clientes, que seriam, na opinião da Netshoes, consumidores em potencial do iPad.

“Tivemos muitos pedidos de clientes e compramos um estoque para ver a reação dos nossos consumidores, que foi surpreendente”, disse Roni Cunha Bueno, diretor de marketing da Netshoes.

SC: Pauta patrocina equipe de vôlei feminino

A Pauta Distribuidora irá patrocinar pelo segundo ano a equipe de vôlei feminino Pauta/ São José.

Este é o quarto investimento da empresa em marketing esportivo. A Pauta já patrocinou o vôlei da Unisul , o Avaí Futebol Clube e a "Pauta Racing", equipe da Stock Car Brasil.