Tamanho da fonte: -A+A

O Grupo HDI, empresa de São Paulo especializada em alta automação de testes de software, acaba de abrir um escritório em Santiago, Chile.

A unidade será a plataforma de operações da companhia para todo o Cone Sul e Caribe, com vistas ainda a atender os mercados da Colômbia e Venezuela. A meta é faturar até US$ 4 milhões ao ano.

Segundo Marco César Bassi, presidente do Grupo HDI, já foram investidos US$ 200 mil na operação chilena, que em 2011 deverá representar 15% do faturamento total da empresa.

Grande parte dos investimentos já realizados foi destinada a treinamento.

“A coordenação técnica chilena já esteve por dois meses no Brasil em treinamento teórico e em imersão em projetos como o do Banco Itaú e o da Tókio Marine Seguros”, conta o presidente. “Esperamos seguir investindo até US$ 400 mil ao ano na operação, focando na capacitação de pessoal técnico”, completa.

Segundo ele, as qualificações devem continuar, já que a companhia pretende certificar, até o final de 2009, 12 profissionais para operações técnicas e outros dois para pré-vendas.

Atualmente, as operações internacionais do Grupo HDI representam 25% do faturamento total. Além do Chile, a companhia possui escritórios na Espanha e operações no Peru e Colômbia, atendendo também a clientes do México e Portugal.

Em breve, a atuação deve aumentar: a empresa já está em negociações com parceiros de mais cinco países, entre eles Arábia Saudita e Japão.

Já no Brasil, a companhia gera 70 empregos diretos e 180 indiretos, atendendo a clientes como Wal Mart e Banco VR.