A Acesso Digital, especializada em digitalização de documentos, faturou  R$ 7 milhões em 2010, alta de 200% frente a 2009. O número de clientes passou de 430 para 800.

Ao longo do ano, a companhia abriu unidades em  Porto Alegre, Rio de Janeiro e Recife
 
Para 2011, a meta é crescer 100% e atingir R$ 14 milhões. O objetivo é chegar a 10 unidades pelo país.

“O aumento do poder aquisitivo das classes C e D fez com que a nossa solução SAFE-DOC, voltada para proteção de fraudes no varejo e em financeiras, tivesse maior procura entre os dois setores”, analisa Alex Yamamoto, consultor da Acesso Digital.

Em 2010, a empresa conquistou como clientes grandes bancos, como CitiBank, Itaú e Bradesco, além de grandes redes varejistas, como Gbarbosa, Quero-Quero, Casa & Vídeo, entre outros.