Tamanho da fonte: -A+A

A Sonda Procwork acaba de criar uma diretoria para atender especificamente ao setor farmacêutico. Para o novo departamento, a companhia contratou Carlos Oliveira, ex- Eli Lilly, como diretor.

O executivo ficou por 27 anos no laboratório farmacêutico, sendo os últimos 10 no comando da área de TI.

Na nova vertical da Sonda Procwork, ele irá liderar uma equipe voltada ao desenvolvimento de ofertas integradas de produtos e serviços para o segmento, que compreendem desde aplicativos de gestão até requisitos voltados ao cumprimento de normas estipuladas por órgãos públicos e regulatórios.

“Minha missão é criar uma sinergia entre a equipe da Sonda Procwork voltada para a indústria farmacêutica e a base de clientes, adotando uma posição de braço de TI dessas empresas”, afirma Oliveira.

A Sonda já tem anos de praia no mercado farmacêutico: a companhia atende a 35 clientes por meio da execução de projetos envolvendo a solução da SAP para este setor.

Com a nova vertical, a meta é expandir a atuação junto a esta indústria, desenvolvendo projetos também nas áreas de controle e evolução do uso de sistemas de TI, além de atender a ações motivadas pelo Governo Federal, que serão suportadas a partir de inovações realizadas em seus softwares fiscais complementares ao SAP.