Rede Energia vai de SAP

Tamanho da fonte: -A+A

Acaba de entrar em operação o SAP ERP na Rede Energia, conglomerado que reúne nove distribuidoras de energia nas regiões sudeste, centro-oeste e norte do país.

O aplicativo ECC 6.0, implementado pela  entrou em produção nas três primeiras empresas da rede, a Celtins, do Tocantins; a Cemat, do Mato Grosso; e na sede, em São Paulo.

Em maio, o uso da solução inicia também em operações do Paraná, Minas Gerais e outra de São Paulo.

Já em agosto será a vez da Celpa, no Pará, e todo o ciclo se completa em janeiro de 2012, com a Enersul, do Mato Grosso do Sul.

Com a conclusão da integração das nove empresas, cada uma continuará tendo sua base de dados independente, mas a gestão será centralizada sob um padrão único para todo o grupo.

O pacote adquirido pela Rede Energia inclui, além do ECC, soluções como o SAP BO BP, aplicativo de NF-e e ferramentas para processos de migração e manutenção do ambiente, como TDMS, SPP e SAP Tao, entre outras.

Ao final do projeto, aproximadamente dois mil usuários da rede utilizarão o ambiente SAP.

Elucid é de casa
Este não é o primeiro projeto realizado pela Elucid para a Rede Energia: na verdade, a companhia de TI que em 2009 cresceu 20%, faturando R$ 120 milhões, fechou com a concessionária energética um contrato de R$ 55 milhões em agosto de 2009, focado no levantamento de todos os ativos de oito unidades do grupo.

O objetivo foi preparar as empresas para a revisão tarifária, exigida pela Aneel, e a Elucid prestou consultoria para atualização do sistema de gestão técnica, desenvolvido pela própria empresa; e pela atualização de cadastros de ativos e auditoria de processos.

Antes disso, a Rede Energia renovou, também em 2009, por outros cinco anos um contrato de billing on demand que já mantinha com a Elucid.

Hoje, as nove distribuidoras do grupo usam o sistema de gestão comercial Elucid CS (Commercial Solution) em formato SaaS para emitir quase cinco milhões de faturas/mês.

TI gaúcha na Rede
Mas não é só em SAP e Elucid que a rede investe.

O portfólio de investimentos recentes em TI também envolvem, por exemplo, tecnologia gaúcha.

No ano passado, a companhia adquiriu o software Qualitor, da porto-alegrense Constat, para centralizar e padronizar atividades transacionais contábeis e financeiras das empresas do grupo.

Com a solução, em dezembro de 2010 o número de chamados atendidos fora dos acordos de nível serviço pré-definidos pela companhia somou 6%, ante os 20% que somavam um ano antes.

“A principal mudança foi poder gerenciar as demandas dos nossos clientes internos e externos e, agora, poder trabalhar na qualidade dos serviços prestados. Adequamos os processos desenhados para o CSC no Qualitor”, destaca o coordenador da Gestão de Serviços da Rede Energia, Leandro Fernandes da Costa.

A Rede
Com suas nove distribuidoras, a holding Rede Energia atende a 34% do território nacional, levando luz a mais de 16 milhões de pessoas.

Atuante em distribuição, comercialização e geração de energia, a empresa fatura cerca de R$ 7,6 bilhões por ano.