Tamanho da fonte: -A+A

A espanhola GFT fechou o ano passado com um faturamento de € 242,2 milhões, uma queda de 2% sobre o resultado obtido em 2007, que foi considerado um ano de crescimento expressivo para a organização.
 
Durante os três primeiros meses de 2009, a companhia faturou € 54,6 milhões e conseguiu incrementar seus benefícios antes de impostos em 88% alcançando € 981 mil.

Com 1 mil profissionais em sete países, e ações listadas na bolsa alemã, a empresa opera no Brasil por meio de uma filial em São Paulo e um centro de desenvolvimento de software em Sorocaba. As duas somam 100 funcionários. Em 2008 a GFT Brasil recebeu um aporte de capital para sua expansão.

“Estamos muito confiantes em explorar as oportunidades nesse momento de crise com a nossa oferta de serviços, que enfatiza a terceirização do desenvolvimento de soluções de TI para instituições financeiras”, comenta Carlos Eres, diretor geral da GFT do Sul da Europa e Américas.