PanData permite a bancos compartilharem ATMs

12/07/2011 13:33

A PanData, integradora de sistemas para canais de atendimento bancário, lança o Pandata ATM Virtual.

A solução, desenvolvida em parceria com o Banco do Brasil, que já a usa em seu parque de ATMs, permite que os bancos integrem suas máquinas de autoatendimento em uma aplicação virtualizada.

Com isto podem, por exemplo, compartilhar suas máquinas ATM com outros bancos, sem a necessidade de desenvolver novas aplicações para o compartilhamento.

Tamanho da fonte: -A+A

A PanData, integradora de sistemas para canais de atendimento bancário, lança o Pandata ATM Virtual.

A solução, desenvolvida em parceria com o Banco do Brasil, que já a usa em seu parque de ATMs, permite que os bancos integrem suas máquinas de autoatendimento em uma aplicação virtualizada.

Com isto podem, por exemplo, compartilhar suas máquinas ATM com outros bancos, sem a necessidade de desenvolver novas aplicações para o compartilhamento.

Para usar o ATM Virtual compartilhadamente, o banco proprietário do parque de ATMs entrega para a instituição parceira somente a base de software (framework) necessária para montagem da aplicação específica.

Assim, as aplicações e regras de negócio do banco hospedeiro e do banco hóspede permanecem independentes.

Ao usar seu cartão no ATM, o cliente de cada banco aciona a aplicação correspondente, enxergando de forma exclusiva os serviços e a identidade da sua instituição.

“Outra vantagem está na portabilidade de plataforma, que viabiliza aos bancos integrar todas as suas bases de ATM independentemente do modelo ou do fabricante das máquinas”, afirma Walter Tarabay, presidente da PanData.

Segundo ele, o framework permite absorver inúmeros modelos de interface e de aplicação numa única base, garantindo suporte para todos os tipos de ATMs da base.

Veja também

PanData: apps bancários em tablets

A PanData lança a solução PanData MSF (Mobile Standard Framework), que permite o desenvolvimento de aplicações financeiras voltadas para os tablets.

Entre os recursos da ferramenta está a possibilidade de usar o georreferenciamento para a localização de agências ou caixas de autoatendimento de uma instituição em qualquer ponto de uma cidade.

Bancos investem R$ 22 bi em TI em 2010

O setor bancário investiu R$ 22 bilhões em TI no ano passado. Segundo a Febraban, o crescimento nos gastos com tecnologia foi de 15% em relação a 2009.

O total é composto por despesas (R$ 15,4 bilhões, aumento de 13% na comparação 2010/2009) e investimentos (R$ 6,6 bilhões – expansão de 19%).

Diebold: ATM tablet e outras novidades

A Diebold Brasil anuncia uma série de lançamentos, entre eles uma ATM-Conceito, um terminal de caixa no formato tablet e um novo modelo de correspondente bancário focado no mercado latino.

O primeiro, batizado de ATM Wall, é um caixa eletrônico com parede formada por displays multitoque, que se acende quando um usuário se aproxima e apresenta uma interface que mais lembra um iPad ou iPhone.

STF Troca rede ATM por Infovia IP
O Supremo Tribunal Federal implementou uma nova estrutura de rede IP, além de promover upgrades em sua rede já montada, para ampliar a qualidade do tráfego e suportar aplicações de dados, voz e vídeo em uma mesma estrutura.
TecBan ampliará rede de ATMs no litoral
A TecBan – Tecnologia Bancária, administradora da rede Banco24Horas, vai ampliar a quantidade de terminais nas principais cidades litorâneas do país. A empresa vai instalar também ATMs temporários da rede por todo o Brasil, tudo para atender à demanda gerada pela temporada de férias.

Em todos os terminais, os clientes das mais de 40 instituições financeiras associadas poderão realizar transações como saque, consultas de saldo e extrato, entre outras.
Diebold recicla ATMs no país
A produtora de caixas automáticos Diebold anuncia nesta quarta-feira, 17, que passa a oferecer serviço de reciclagem para bancos e empresas interessados em descartar de forma correta seus caixas eletrônicos ou ATMs.

A companhia recompra os equipamentos usados e coordena o processo de reciclagem. Ao todo, cinco mil unidades já foram desmontadas e suas peças, recicladas. O objetivo é realizar duas mil reciclagens por mês.
 
Perto lança linha Flex de ATMs no Ciab
A gaúcha Perto vai lançar durante o Ciab 2009, que ocorre de 17 a 19 de junho em São Paulo, a linha PertoFit Flex de ATMs.

O portfólio é composto por equipamentos modulares, com tecnologia de imagem para automação de depósitos, captura de imagens de cheques e também depósitos de cédulas sem o uso de envelopes, entre outros recursos.
Perto: R$ 2 mi em ATMs "verdes"
A Perto, de Gravataí, anuncia nesta quarta-feira, 29, que investiu cerca de R$ 2 milhões para adequar sua linha de produção à RoHS (Restriction of Centain Hazardous Substances – Restrição de Certas Substâncias Perigosas), diretiva que restringe a quantidade de seis substâncias na fabricação de componentes eletrônicos.

O valor inclui investimento em tecnologia, compra de máquinas, treinamento técnico e testes de qualidade e confiabilidade dos produtos.
Perto exporta ATMs para o Chile
A Perto vendeu para o banco chileno BCI desde 2006 mais de 800 ATMs com alta tecnologia de imagens, ainda apresentados como piloto no Brasil.

Os equipamentos permitem depósitos de cédulas e de cheques sem o uso de envelopes, além de impressão de folhas de cheques, recebimento de cheques visados, saque de cheques BCI on line, até mesmo para não correntistas, em cédulas e em moedas.
Perto quer faturar 25% com Full Outsourcing

A Perto S/A prevê um crescimento acentuado da área de Full Outsourcing, podendo representar até 25% do faturamento total da empresa em 2015.

Solução lançada em 2007 que desenvolve, implementa, monitora e administra o parque de ATMs (terminais bancários) das instituições financeiras, o outsourcing não teve revelada sua participação atual no rendimento da companhia.

Em 2011, a empresa deve crescer 20% e atingir faturamento de R$ 320 milhões.

Perto: R$ 38 mi para ampliar em Gravataí

A empresa gaúcha Perto S/A, fabricante de soluções de hardware e software para os segmentos de automação bancária e comercial anunciou nessa quarta-feira, 15, o investimento de R$ 38 milhões para ampliação da fábrica em localizada em Gravataí – a 23 quilômetros de Porto Alegre.

Perto: rumo aos R$ 20 milhões com POS

Em pouco mais de um ano no mercado de POS, a gaúcha Perto comemora os resultados do investimento de US$ 9 milhões na criação da unidade focada no setor: em 2010, só este departamento engordou o faturamento da companhia em R$ 10 milhões.

Para 2011, a estimativa é que a área, voltada à produção de máquinas para pagamentos de contas com cartões de crédito e débito, renda o dobro para a empresa.

Diebold: 2 mil caixas eletrônicos revitalizados

A Diebold Brasil, anunciou nessa terça-feira, 23, a oferta de revitalização de caixas eletrônicos bancários (ATMs). A solução inclui restauração e descarte ecologicamente correto.

Segundo a empresa, cerca de 2 mil terminais de autoatendimento foram revitalizados pela empresa, e outras 5 mil restaurações estão contratadas.

Bancos arriscam dados no desenvolvimento

Os bancos estão arriscando dados financeiros no desenvolvimento de seus softwares.

Um estudo da  Informatica Corporation com 430 profissionais da área apontou que 84% das empresas usam informações reais de seus clientes durante o desenvolvimento e teste de software, 70% utilizam dados de consumidores e 51% usam informações de crédito, débito e outros dados de pagamentos.

Dos pesquisados, 45% não protegem as informações reais usadas em desenvolvimento e teste.

Bancos temem desvio de foco com MVNO

Os bancos têm medo de que o MVNO (operadora virtual móvel) crie demandas fora de seus negócios principais.

Para o presidente do Ciab Febraban, Gustavo Roxo, os bancos ainda estudam com cautela a adoção da MVNO por achar que poderão ter clientes solicitando resoluções de problemas de telefonia, que fogem ao negócio principal.

CPM e Temenos: ROI de 62% a bancos

A CPM Braxis Capgemini lança o Temenos T24, solução de core banking desenvolvida em parceria com a Temenos, suíça especializada em software para bancos de varejo, microfinanças e corporativos.

Conforme divulgado pelas empresas, a solução promove 62% de ROI às instituições financeiras, além de retorno aos ativos de 54%.

NCR: 680 bancos com depósito em 1 minuto

A NCR Corporation chegou à marca de 680 instituições financeiras em mais de 110 países ao redor do mundo, utilizando o módulo de depósito escalável (MDE) desenvolvido pela empresa.

Com a tecnologia, clientes podem depositar um total de 50 cheques e notas em uma única operação.

SAP S2C personaliza ofertas de bancos

A SAP lança no Brasil o conceito de Service-to-Cash (S2C) para o setor financeiro.

Trata-se de uma nova solução orientada para que empresas do segmento possam gerenciar a precificação de produtos e serviços com base em recursos de análise de múltiplas características de clientes.

Com a ferramenta, é possível também promover análise para definição da criação de novos pacotes de serviços.

Bradesco: 3º maior lucro da história dos bancos

O Bradesco obteve um lucro líquido contábil de R$ 10,022 bilhões em 2010, o que resultou no terceiro melhor ganho da história entre as instituições financeiras brasileiras de capital aberto, segundo um levantamento realizado pela consultoria Economatica, com base nos balanços da Comissão de Valores Mobiliários.

Nexxera: TI para bancos no Costão do Santinho

A Nexxera, provedora catarinense de soluções de TI, promove o Vision Nexxera 2011, evento anual que reúne clientes, colaboradores, parceiros e executivos do setor, de 10 a 15 de novembro no Resort Costão do Santinho, em Florianópolis.

No evento, a companhia vai anunciar seus investimentos para o próximo ano, além de divulgar a expansão para a Colômbia, Peru e América do Norte.