Python e Django ganham novo IDE

Tamanho da fonte: -A+A

A empresa europeia JetBrains anunciou nesta quinta-feira o lançamento de um ambiente de desenvolvimento integrado (IDE, sigla em inglês) para Python e Django, chamado PyCharm 1.0.

Entre os recursos do PyCharm estão a formatação automática de código, completação de código (imagem abaixo), refatorações, auto-import, código de navegação de clique único e mais.

Fã autodeclarado de Python, o líder do projeto PyCharm, Dmitry Jemerov, se empolga e declara que o IDE elevará a programação nas linguagens a um prazer verdadeiro.

“Construído sobre a plataforma IntelliJ, PyCharm herda seu JavaScript, HTML e características de edição CSS que todos os desenvolvedores de rede apreciarão", explica Jemerov.

Entre as características fundamentais do PyCharm 1.0 estão suporte avançado para o desenvolvimento de Django, debugger Python integrado e gerador de teste de unidade gráfica, integração de sistemas de controle de versão, suporte para Google App Engine e REPL e consoles Django.

Versão trial por 30 dias
Licenças privadas e comerciais separadas estão disponíveis para PyCharm. Cada uma inclui atualizações grátis de IDE por um ano depois da data da compra, cobrindo novos lançamentos.

Uma versão de testes por 30 dias pode ser baixada no site da empresa, nos links relacionados abaixo.

Com o lançamento, a JetBrains, acrescenta um novo forte membro à família de IDEs de pouco peso de linguagem específica, que já conta com RubyMine (Ruby on Rails) e os IDEs PhpStorm e WebStorm, para desenvolvedores de PHP, HTML e JavaScript.

Com sede em Praga, na República Tcheca, a JetBrains é especializada na criação de software inteligente e de aperfeiçoamento da produtividade. O grupo mantém laboratórios de pesquisa e desenvolvimento (R&D, sigla em inglês) localizados em São Petersburgo, Rússia e Boston, Massachusetts.