Tamanho da fonte: -A+A

O Google está bancando uma pesquisa desenvolvida pela Universidade de Tel Aviv (em Israel) que busca implantar o arrependimento nos computadores.

Longe do remorso ou do peso na consciência, o arrependimento informático envolve aprender a partir de experiências virtuais medindo a distância entre o resultado desejado e o real, explica o site PC World.

Ou seja, um algorítimo fará a máquina aprender com os erros para ter melhores resultados à frente – uma percepção tardia de que algo deveria ter sido feito, por uma avaliação do processo.

Com a medição entre meta e realização, a expectativa é que o computador consiga prever o futuro e minimizar possíveis erros ou atividades pouco produtivas.

“Se os servidores e sistemas de roteamento da Internet pudessem visualizar e avaliar todas as variáveis relevantes antecipadamente, eles poderiam priorizar de modo eficiente as solicitações de recursos do servidor”, diz um dos encarregados.

Segundo a PC World, o Google espera utilizar a pesquisa melhorar seus programas de publicidade AdWords e Adsense.

Leia a matéria da PC World, no IDG Now, nos links relacionados abaixo.