Gartner: Brasil e SAP lideram BI mundial

16/06/2011 11:31

O Brasil foi o país de maior crescimento do mercado de BI em todo o mundo no último ano, com expansão na casa dos três dígitos, informa o relatório “Market Share Analysis: BI, Analytics and Performance Management, 2010, Worldwide”, do Gartner.

Em 2010, as receitas globais da área de BI somaram US$ 10,5 bilhões, com este tipo de plataforma abarcando 63,7% do mercado de TI mundial.

Tamanho da fonte: -A+A

O Brasil foi o país de maior crescimento do mercado de BI em todo o mundo no último ano, com expansão na casa dos três dígitos, informa o relatório “Market Share Analysis: BI, Analytics and Performance Management, 2010, Worldwide”, do Gartner.

Em 2010, as receitas globais da área de BI somaram US$ 10,5 bilhões, com este tipo de plataforma abarcando 63,7% do mercado de TI mundial.

Já os conjuntos de CPM capturaram 20,6% e as aplicações analíticas e softwares de gestão de desempenho ficaram com os 15,7% restantes.

Conforme a pesquisa, a América Latina tem apresentado uma das maiores taxas de crescimento do setor de BI no mundo, com impulso de 20% no último ano.

Na região, os destaques foram, além do Brasil, Colômbia e Chile.

Entre os fornecedores de Business Inteligence, a líder mundial no ano passado foi a SAP, aponta o relatório: a companhia alemã abocanhou um quarto do market share global, com taxa de crescimento percentual de 16,8 nos últimos dois anos.

O relatório indica também a SAP como líder mundial em plataformas de CPM, aplicações analíticas e gestão do desempenho.

“A SAP supera em muito a média do mercado na região (América Latina), com um crescimento de nada menos do que 66% em 2010”, afirma o estudo.

Conforme Steve Lucas, gerente geral global da linha Business Analytics da SAP, o crescimento da companhia nas áreas analisadas tem se dado em função da introdução de “tecnologias inovadoras no mercado” e na ajuda que a companhia dá aos cilentes para implantá-las, com informações em tempo real através de todo tipo de equipamento.

“Proporcionamos agilidade em diversas cadeias de valor e habilitamos o que antes era impossível validar”, ressalta o executivo. “Por isso, os clientes conseguem compreender os efeitos comerciais e riscos correspondentes, além das oportunidades que se apresentam, para tomar providências coordenadas em relação aos eventos enquanto acontecem”, comenta.

BI pós recessão
Ainda de acordo com o relatório do Gartner, a recessão global de 2008/09 teve impacto significativo em mercados diversos e, particularmente no primeiro semestre de 2009, conseguiu paralisá-los.

“Embora os gastos globais em TI tenham diminuído nitidamente neste período, o mercado de BI se ajustou e cresceu 4,2% em 2009. Depois disso, em 2010, a recuperação global com base nos pacotes de estímulos, a melhoria generalizada da macroeconomia e o lançamento de novos produtos, contribuiu para o crescimento dos gastos”, afirma o estudo.

Veja também

Mercado de BI crescerá 9,7% em 2011

Estudo do Gartner prevê que o mercado mundial de business intelligence (BI) tende a gerar receita de US$ 10,8 bilhões nesse ano, apurando uma expansão de 9,7% na comparação com 2010.

De acordo com a consultoria, o segmento continuará a registar avanço nos próximos três anos, desacelerando até 2013, porém ainda ficando na casa de um dígito alto.

AL movimentará US$ 22,4 bi em serviços de TI

Projeção da consultoria IDC indica que o mercado de serviços de TI na América Latina movimentará US$ 22,4 bilhões nesse ano, crescendo 11% em comparação com 2010.

A projeção inicial do IDC era de uma alta de 9% até o final de 2011.

Gartner: BI móvel e para todos

Os aplicativos de Business Inteligence deverão ganhar cada vez mais espaço nos dispositivos móveis.

Software de BI no BR cresce 20%

O mercado de software de Business Intelligence (BI) teve um crescimento de quase 20% em 2010, frente ao ano anterior, chegando a US$ 300 milhões no Brasil, estima a consultoria IDC.

Segundo o relatório, pequenas e médias empresas são as principais responsáveis pelo avanço. Hoje, diz o IDC, 56% dos gastos com BI no Brasil são feitos por grandes companhias – 44% são daquelas de médio e pequeno porte.

Gartner: as chaves que mudarão o outsourcing

O outsourcing como se conhece hoje vai mudar. A previsão é da consultoria Gartner, que realiza a VIII Conferência Global de Outsourcing em São Paulo até essa quarta-feira, 08.

Entre as mudanças pregadas pela analista Linda Cohen está o perfil dos provedores de serviços. De soluções desenvolvidas especificamente para cada clientes, eles deverão passar para ofertas mais padronizadas, capazes de atender diversas empresas.

Na Vonpar, TI à toda: BI, mobilidade, SAP e mais!

Está com todo o gás a TI da porto-alegrense Vonpar Bebidas, quarta maior fabricante do Sistema Coca-Cola no Brasil. A empresa concluiu a implantação de 50 licenças do BI QlikView para integrar todas as suas iniciativas de Business Inteligence.

Antes de adotar a ferramenta da sueca QlikTech, a companhia chegou a iniciar a implementação de outro BI, que, entretanto, não correspondeu às expectativas, especialmente no que se refere a métricas de rentabilidade de clientes e produtos.

Rossi adota BI Hyperion
A Rossi vai investir R$ 1,5 milhão em uma solução de gestão de perfomance empresarial (EPM, na sigla em inglês) da Oracle composta por um pacote que inclui softwares de business inteligence da Hyperion, dashboards e banco de dados integrados ao ERP SAP 6.0.

Inicialmente, as áreas de finanças, controladoria e TI estão envolvidas no projeto. Em breve, outros setores também serão integrados e, no primeiro semestre de 2010, o sistema deve ser disponibilizado aos parceiros locais da Rossi.
SAP não é mais uma empresa de ERP
A SAP não é mais uma empresa de ERP, ou, pelo menos, sistemas de gestão não são mais o seu principal negócio.

No final de 2009, 60% do faturamento da empresa do país terá sido gerada por outros produtos do portfólio da multinacional alemã como business inteligence, CRM, EPM, governança, gestão de risco e soluções com foco em áreas específicas como billing ou RH, por exemplo. Os outros 40% virão dos ERPs, pelos quais a empresa é conhecida.
BI: Toccato vende NOAD no Brasil

A catarinense Toccato Tecnologia, distribuidora brasileira da QlikTech, assinou uma parceria para distribuir no Brasil e na América Latina da solução de gestão de mudanças de empresas NOAD EQM4, da americana NOAD.

O NOAD EQM4 fornece processos de controle de mudanças desde o momento em que uma versão inicial é desenvolvida até a liberação do aplicativo de business inteligence QlikView para produção.

Gartner projeta crescer 25% no Brasil

O Gartner, especializado em pesquisa sobre tecnologia e supply chain, estima crescer 25% este ano no Brasil, país que lidera o ranking dos cinco que receberão investimentos da organização nos próximos anos.

Só em 2011, o instituto prevê contratar mais analistas para as unidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Porto Alegre, além de iniciar operações em Curitiba,  Belo Horizonte e no Nordeste.

Em 2010, a companhia cresceu 22% no mercado brasileiro.

Liquigás: R$ 750 mil em SAP BO

A Liquigás, distribuidora de gás integrante do sistema Petrobras, adotou a ferramenta de BI SAP BO, implementada pela Softtek.

A companhia, que usava uma versão do Pilot para as funções de análise de informações, passou a enfrentar limitações com esta solução, segundo explica José Murillo Borges Filho, gerente-geral de Tecnologia da Liquigás.

SAP BO BI OnDemand, agora na América Latina

A SAP acaba de lançar no mercado latino-americano o SAP BusinessObjects BI OnDemand, pacote de ferramentas de Business Intelligence destinada a usuários ocasionais, sem experiência ou qualificação específica para uso deste tipo de solução.

O pacote permite que os usuários acessem e naveguem visualmente dados provenientes de qualquer fonte, por meio do SAP BusinessObjects Explorer.

FH implanta SAP BO na Antilhas

A Antilhas, fabricante de embalagens de papel, cartão e plástico acaba de implementar o SAP Business Objects em sua unidade de produção, localizada em Santana do Parnaíba, interior de São Paulo, com consultoria da curitibana FH Consulting.

“Vivenciamos no final do mês de fevereiro a migração da versão do SAP e não foi preciso nenhuma alteração nos sistemas de BO e BW”, conta o gerente de TI da Antilhas, Paulo Venturini.

Sonda integra gestão fiscal ao SAP BI
A Sonda Software, unidade fiscal da Sonda Procwork, lança o BI Fiscal.

A solução é baseada na ferramenta de Business Inteligence da SAP e promete alavancar receitas das empresas a partir da análise de dados utilizados para as declarações fiscais.