Tivit: R$ 30 mi em 04 anos com nova compra

16/06/2011 10:32

A Tivit adquiriu a mLife, plataforma de convergência móvel e, com isso, anuncia sua entrada no mercado de serviços de mobile banking, e-token e autorização de pagamentos e transações, com meta de gerar R$ 30 milhões em contratos em 04 anos.

André Frederico, diretor de Planejamento Estratégico e M&A da Tivit

Tamanho da fonte: -A+A

A Tivit adquiriu a mLife, plataforma de convergência móvel e, com isso, anuncia sua entrada no mercado de serviços de mobile banking, e-token e autorização de pagamentos e transações, com meta de gerar R$ 30 milhões em contratos em 04 anos.

Conforme André Frederico, diretor de Planejamento Estratégico e M&A (sigla em inglês para fusões e aquisições), uma pesquisa interna identificou que cerca de 60% dos atuais contratos da Tivit podem ser ampliados com a adição de tecnologias de comunicação móvel.

Com a compra, a equipe da mLife será incorporada à estrutura da compradora em Curitiba, onde a Tivit mantém duas fábricas de software.
Frederico explica que o foco inicial da nova oferta, incorporada ao portfólio da área de sistemas aplicativos da Tivit, será o mercado financeiro.

Mais tarde, a ideia é oferecer a plataforma também para verticais como manufatura, utilities e serviços

“A plataforma da mLife permite aplicação em diversos segmentos, prestando serviços de acesso remoto a sistemas como ERP, BI e CRM”, ressalta o executivo.

A compra, segundo ele, também amplia de cara a carteira de clientes da empresa, agregando contas provenientes da mLife.

Entre os contratos já atendidos anteriormente, a expansão também é sentida: o diretor de M&A salienta que a incorporação da nova oferta também ampliou a parceria da empresa com um “grande banco europeu de varejo”.

O nome da instituição não é revelado, mas Frederico destaca que a mesma já era atendida pela Tivit, em desenvolvimento e exportação de software, desde 2010.

A nova oferta
Mobile Banking:
com uma camada de segurança que criptografa as informações a serem enviadas via dispositivos móveis, a solução da mLife permite usar um token para cada requisição.

A ferramenta permite integração com diversos tokens de mercado, por meio do padrão OATH, e possibilita funções como consulta de extrato, pagamentos, home broker e integração com URA.

O aplicativo possibilita, ainda, acessibilidade a deficientes, trazendo compilações especiais para plataformas como BlackBerry, Iphone e Android, além do Java convencional.

Get Doc Mobile: recurso voltado à captura de documentos físicos, acessando funções nativas de dispositivos móveis.

A solução pode ser usada para abertura de conta corrente, financiamento, cadastro de cliente, processos de corretagem e seguros, antecipando a aprovação de documentação.

Ainda, tem mecanismo de workflow e pode interagir com outros sistemas de ECM.

Tivit Mobile for ERP: arquitetura servidora que faz a ponte entre o sistema legado da empresa e os celulares de seus executivos, possibilitando acesso remoto às informações do ERP da companhia.

A ferramenta permite a execução de workflow de processos de aprovação, pedidos de compra, lançamentos contábeis, acompanhamento de produção e outras aplicações.

Histórico de compras
Em 2010, a Tivit realizou três aquisições.

Em outubro, a companhia anunciou que pretendia fazer novas compras.

Para isso, uma das estratégias era utilizar o aporte realizado pela Apax Partners, que assumiu o controle da Tivit ao adquirir 54,25% das ações da companhia no final do primeiro semestre.

A companhia não detalhou, porém, se o aporte foi mesmo o que bancou a compra da mLife.

A compradora
Com 19 unidades no Brasil, a Tivit atua por meio de três áreas de negócio: Infraestrutura de TI, Sistemas Aplicativos e BPO.

A carteira de clientes da companhia reúne 300 das 500 maiores empresas brasileiras, segundo dados próprios, incluindos bancos, seguradoras, empresas de cartões de crédito, indústrias de manufatura, concessionárias de serviços públicos e varejo.

Veja também

Tivit: novo diretor para terceirização de infra

A Tivit promoveu Valdinei Cornatione ao cargo de diretor de Negócios de Terceirização de Infraestrutura de TI (ITO).

Com mais de 30 anos de experiência em TI, o executivo está na Tivit desde a fundação da companhia.

Antes disso, atuou nas áreas de operações, produção, end user services, suporte técnico, gerência de serviços, contas e projetos, passando por empresas como Lojicred e Martinelli.

Tivit: nova gestão para Novos Negócios

Carlos Gazaffi acaba de ser nomeado diretor de Novos Negócios de Terceirização de Infraestrutura de TI da Tivit.0

Com mais de quinze anos na área e há dez anos na Tivit, o executivo é formado em Ciências da Computação, pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação, pela FIA, e com MBA Internacional, pela Pierre Mendès France.

Sonda, Stefanini e Tivit afetadas pela greve

Sonda Prockwork, Stefanini e Tivit são algumas das empresas afetadas pela greve dos profissionais de TI em São Paulo.

Tivit contrata ex-Motorola para o Financeiro

A Tivit contratou Paulo Freitas, ex-diretor Financeiro e controller Corporativo da Motorola para a America Latina, como novo diretor Financeiro da companhia.

Freitas é Green Belt em Six Sigma e graduado em Ciências Contábeis pela Faculdade Cândido Mendes, do Rio de Janeiro.

Cursou o Programa Avançado para Executivos da Northwestern University, em Illinois (EUA), e traz em seu histórico profissional passagens por empresas Motorola, Xerox e Coopers & Lybrand (hoje parte da Pricewaterhousecoopers).

Tivit é a 1a a ter ISA na equipe

Marcus Faversani Herrmann, especialista de Segurança da Tivit, acaba de ser certificado  PCI Internal Security pelo PCI Security Standards Council.

De acordo com a Tivit, a companhia é a única brasileira a contar com profissional treinado internacionalmente como auditor interno das normas da entidade.

Randon terceiriza infraestrutura com Tivit

A gaúcha Randon fechou um contrato de outsourcing da gestão de infraestrutura de TI com a Tivit.

Pelo contrato, a Randon vai terceirizar com a Tivit a operação de todos os componentes necessários para suporte do novo ERP SAP, que está em fase de implantação no conglomerado de Caxias do Sul.

Tivit: R$ 35 mi na chegada a Santos

A Tivit, especializada em serviços integrados de TI e BPO, inaugura mais uma unidade no estado de São Paulo, agora em Santos. Com investimento de R$ 35 milhões, o local abriga operações de BPO e sistemas aplicativos.

A nova operação tem área de 13 mil m² e já conta com dois mil profissionais diretos, mas o espaço tem capacidade para comportar até 4,5 mil colaboradores.

Tivit recompra R$ 721,1 mi em ações

A Tivit recomprou R$ 721,1 milhões em ações por meio de 84 negócios diferentes durante a sua Oferta Pública para Aquisição de ações (OPA), informou a BM&FBovespa nesta sexta-feira, 20.

O objetivo da OPA é fechar o capital da Tivit, que deixará de ser negociada na bolsa.

Data center Tivit: 10 anos sem parar

A Tivit completou 10 anos de funcionamento ininterrupto do seu data center em São Paulo.

Construído a um custo total de US$ 100 milhões, a estrutura de 15 mil m2 é um dos dois data center nível V do Brasil, projetado para ter disponibilidade de 99,999%.

Em um período de 10 anos, essa porcentagem equivale a 51 minutos de parada.
 

Tivit vende mais 5% do capital

A rodada dessa quinta-feira, 18, de venda do controle da Tivit vendeu mais 5,0626% do capital da empresa para dois fundos de investimentos, controlados pela Claritas.

Foram adquiridas 4.505.200 ações ordinárias, a R$ 18,89 cada.

O total negociado na BM&F Bovespa foi de R$ 85 milhões.

Em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Tivit informou que a venda é apenas uma negociação e movimentação de capital.

Tivit tem diretor para fusões

A Tivit contratou um executivo para assumir a área de Fusões e Aquisições e Planejamento Estratégico.

André Guimarães Frederico foi  diretor Financeiro da BRQ e também teve passagens por empresas no setor financeiro como Merrill Lynch e Pátria Investimentos.

Tivit amplia unidade de aplicativos no PR

A Tivit acaba de expandir sua unidade de sistemas aplicativos de Curitiba. A unidade, inaugurada no inicio deste ano com investimento de R$ 10 milhões, foi ampliada para abrigar 400 novos colaboradores até o fim do ano, além de ganhar dois novos setores: Suporte de Ferramentas de Gerenciamento e Processos e Auditoria.

Tivit estuda novas aquisições

A Tivit anunciou que novas aquisições estão em seus planos de expansão para os próximos meses. A companhia, porém, não revelou nomes de possíveis compras.

Voltada para a área de infraestrutura de tecnologia, BPO e sistemas aplicativos, a Tivit realizou três aquisições neste ano, sendo a consultoria Expertise uma delas.