Future e Allen: nasce gigante de segurança

17/02/2011 12:03

A Future Security, especializada em serviços de segurança da informação, anuncia fusão com a Allen Informática, empresa de TI do Grupo Allen.

A integração dá origem, segundo o CEO da Future, Rafael Sampaio, à maior empresa de gerenciamento de segurança da informação do Brasil.

Com a fusão, a Future passa a atuar em regiões nas quais ainda não possui presença física, como Sul e Nordeste.

Rafael Sampaio, CEO da Future Security

Tamanho da fonte: -A+A

A Future Security, especializada em serviços de segurança da informação, anuncia fusão com a Allen Informática, empresa de TI do Grupo Allen.

A integração dá origem, segundo o CEO da Future, Rafael Sampaio, à maior empresa de gerenciamento de segurança da informação do Brasil.

Com a fusão, a Future passa a atuar em regiões nas quais ainda não possui presença física, como Sul e Nordeste.

No Sul, a Allen se reforçou em 2009, quando absorveu executivos da ex-Quattuor (fechada em 21008) para abertura de sua unidade porto-alegrense.

Os mercados de São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal também estão no foco.

“A iniciativa tem como foco o aumento de nossa capilaridade de vendas, já que a Allen está presente em oito estados e 11 cidades", afirma afirma Sampaio.

Além da sede, em São Paulo, e da já comentada unidade de Porto Alegre, a Allen também possui presença no Rio de Janeiro, Petrópolis, Brasília, Salvador, Recife, Belo Horizonte, Vitória, Ribeirão Preto e Campo Grande.

Em termos de estrutura interna e de funcionários, Sampaio salienta que não haverá mudanças: as duas empresas passam a atuar como um só grupo, mas continuarão a ter suas operações independentes do ponto de vista de marca e finanças.

A Future também continuará a realizar o gerenciamento técnico dos contratos e implantação projetos e serviços, tornando-se o braço de segurança da Allen Informática.

Inclusive, a empresa já se prepara para o volume de trabalho com o aumento em 50% do seu corpo técnico de consultores.
 
Fusionada, a estrutura das companhias passa a ser formada pelo SOC (Security Operation Center) da Future no Rio de Janeiro, além do Centro de Tecnologia da Allen, sediado em Petrópolis.

A oferta conjunta reunirá soluções e serviços gerenciados de segurança (MSS – Managed Security Services).

“A união da força comercial e do histórico técnico em TI da Allen com a experiência da Future em segurança se complementam e possibilitarão crescimento para as duas empresas”, destaca Sampaio.

Já o diretor da Allen Informática, Ricardo Podda, acrescenta que a fusão será uma grande oportunidade de a empresa ser mais presente no mercado de segurança.

“A Future como nosso braço de segurança permitirá o atendimento às questões de segurança dos clientes atuais. Estamos muito confiantes no aumento da demanda de serviços deste setor”, conclui.

Fundada em 1996, a Future Security é responsável pela integração e gestão do processo de segurança da informação.

A companhia atende a clientes como Santander, Serasa, Embratel, Ambev, L'oreal, Sadia, Souza Cruz, Rede Globo e Petrobrás, entre outros.
 
A Allen Informática foi fundada em 1986, como braço de informática do Grupo Allen.

A companhia atua em produtos, serviços e treinamento de TI, empregando mais de 1,5 mil colaboradores, que acumulam mais de 350 certificações técnicas.

Veja também

Avancera e Allen: parceria para ERP da MS

De olho no mercado de hospedagem da solução de ERP e CRM da Microsoft, a Avancera, especializada em serviços de TI, anuncia uma parceria com a Allen Informática.

Com o acordo, a expectativa da Avancera é aumentar as vendas em 50%.

Allen incorpora para crescer no Sul
A Allen quer reforçar sua atuação no Rio Grande do Sul. Para tanto, a companhia apostou na ativação de um escritório local, nascido a partir da contratação de Rudimar Prunzel, principal executivo da Quattuor, e alguns técnicos da empresa gaúcha, fechada em 2008.
 
SVA: fusão de italianas cria grande no Brasil

A Neomobile comprou a Zero9. Ambas companhias são sediadas na Itália e atuam na área de  serviços para telefonia móvel.

Com o negócio, que não teve seu valor revelado, serão unidas as operações brasileiras das companhias italianas, formando uma nova empresa com expectativa de faturar R$ 100 milhões brutos até o final de 2010 e meta de crescimento de 25% para os próximos dois anos.

MSBS Tridea: 1 ano de fusão, receita 6X maior

Um ano depois da fusão da MSBS com a Tridea, a empresa resultante comemora um aumento de mais de seis vezes no faturamento: dos R$ 3 milhões obtidos em 2009, a projeção é encerrar este ano com R$ 20 milhões.

A carteira de clientes da MSBS Tridea também se expandiu, chegando a mais de 100 empresas na área de Dynamics, a maioria de médio e grande porte, dos segmentos de serviços, indústria e varejo.