Tamanho da fonte: -A+A

A Fiergs é a primeira cliente de grande porte da Zscaler no Brasil.

Com 3,5 mil funcionários e 150 pontos de presença no Rio Grande do Sul, a federação de indústrias gaúchas já está na fase final da implementação pela TechChannel, empresa de Porto Alegre, da ferramenta de controle e segurança de acesso a Internet em cloud computing da multinacional americana.

“Para nós era fundamental adotar uma ferramenta que não usasse nossa infraestrutura de telecomunicações”, resume Sérgio Moyses, executivo de TI da Fiergs, que esteve apresentando o case durante o Seminário de Gestão de TIC da Sucesu-RS em Bento Gonçalves, nessa sexta-feira, 17.

Com a solução da Zscaler, os dados sobre os sites que o usuário está tentando acessar são controlados pela nuvem da companhia – são 50 data centers no mundo, três deles no Brasil – sem que seja necessário usar a rede interna da Fiergs.

Esse modus operandi representa economia para a Fiergs, já que elimina tráfego de dados inútil nos 300 canais contratados pela organização junto a Oi, muitos deles em cidades do interior do estado e, por tantos, mais caros.

Iniciado em abril, o projeto já dá resultados para a Fiergs, ainda que Moyses prefira não dar detalhes sobre o retorno do investimento.

“O principal é que agora podemos ter políticas de acesso individualizadas segundo o perfil do funcionário”, resume Moyses.

Assim, os colaboradores da escola de Design do Senai-RS, por exemplo, podem assistir vídeos de desfiles de moda no YouTube, enquanto outros funcionários tem acesso restringido.

“Agora os responsáveis por cada área definem as prioridades e quem deve acessar o que”, comenta Moyses.

Um efeito colateral é que a TI da Fiergs deixou de ser a vilã da regulamentação acesso: recentemente, Moyses inclusive conseguiu aprovar junto à gestão a liberação da navegação na hora do almoço, das 12h às 13h.

* Maurício F. Renner cobre o Seminário de Gestão de TIC em Bento Gonçalves a convite da Sucesu-RS