Tamanho da fonte: -A+A

Paul Buchheit, um dos criadores do Gmail e do AdSense, declarou que o “o Chrome OS será assassinado no ano que vem (ou fundido com o Android)”.

A alfinetada nada sutil foi publicada por Buchheit em seu perfil no FriendFeed.

Segundo Buccheit, os recursos do Chrome OS, se adaptados para uma interface sensível ao toque, não acrescentam nada às funcionalidades do Android.

Buchheit não está no Google desde 2007, quando abandonou a companhia para lançar seu projeto: o FriendFeed, hoje pertencente ao Facebook.

Conforme o Link, do Estado de S. Paulo, o Google deve usar seu Chrome OS em netbooks, e o Android sairá em celulares e tablets.

Os sistemas operacionais do Google dividem opiniões: há quem defenda a coexistência dos dois, como a Apple faz (com o iOS e o Mac OS), e há aqueles que, como Buchheit, votam pela fusão.