http://www.flickr.com/photos/lennysan/4404461258/

Tamanho da fonte: -A+A

Dados do instituto Gartner indicam que a cloud computing vai manter um ritmo acelerado nos próximos anos, tendo um crescimento quatro vezes mais rápido que os gatos totais com TI.

Segundo levantamento, os gastos mundiais com TI terão um aumento de 7,1% em 2011, passando dos US$ 3,43 trilhões, alcançados em 2010, para US$ 3,67 trilhões em 2011.

Já a projeção para os gastos mundiais com serviços de nuvem pública para 2011 é de US$ 89 bilhões, acima dos US$ 74 bilhões atingidos em 2010 – alta de 20,2%.

Até 2015, este número deve chegar a US$ 177 bilhões.

Também de acordo com os analistas, em 2010, os gastos com serviços de nuvem pública representaram 2% dos gastos gerais com TI. Até 2015, esta proporção deve aumentar, aproximando-se de 5%.

O vice-presidente de pesquisa do Gartner, Richard Gordon, considera o surgimento e a adoção da nuvem como tendências importantes e, alguns mercados, fatores bem significativos.

“Com cerca de US$ 10 bilhões, o software como serviço (SaaS) já representa 10% dos gastos das empresas com software aplicativo e, até 2015, esta parcela deve aumentar, ficando em torno de 15%, e superar os US$ 20 bilhões em gastos anuais.”

Os analistas já consideram que a estimativa geral dos gastos com TI deve ficar acima da previsão realizada no primeiro trimestre, quando foi calculado um crescimento projetado para o ano de 5,6%.

Programas voltados ao ambiente empresarial terão grande representatividade nos gastos do ano e devem crescer 9,5% em 2011, chegando a US$ 268 bilhões, acima dos 6,6% de aumento para as despesas com os serviços de TI, que devem encerrar o ano em US$ 846 bilhões.

Contudo, o segmento de hardware registrará o crescimento mais acentuado no período, com estimativas apontando um aumento de 11,7% em 2011.