A Adobe registrou lucro líquido 15,2% inferior no terceiro trimestre do seu ano fiscal de 2011, quando este ficou em US$ 195,1 milhões, contra ganho de US$ 230,06 milhões do mesmo período em 2010.

Em receita líquida, o resultado foi de US$ 1,01 bilhão, expansão de 23,2% ante o terceiro trimestre do ano fiscal anterior, quando as vendas movimentaram US$ 990,32 milhões.

O desempenho da receita foi puxado pelas vendas de assinaturas e de serviços e suporte, que apuraram expansão de 13,4% e de 38,5%, totalizando US$ 111,93 milhões e US$ 86,73 milhões, respectivamente.

Por outro lado, a receita de produtos teve recuo de 1,7%, fechando o terceiro trimestre fiscal em US$ 814,54 milhões.

Para o seu quarto trimestre fiscal, que terminará no início de dezembro, a Adobe projeta contabilizar receita entre US$ 1,07 bilhão e US$ 1,12 bilhão.