Tamanho da fonte: -A+A

Um estudo da Forrester Research identificou que as empresas em geral têm dado menos importância do que deveriam ao papel dos CIOs durante as tratativas para negócios de fusões, incorporações e venda.

Conforme o analista da consultoria George Lawrie, os gerentes de tecnologia são, geralmente, consultados somente após a conclusão dos processos. Entretanto, segundo ele, a presença da área de TI durante essas negociações seria "apropriada e inteligente".

Na avaliação da F&S, a recuperação dos mercados financeiros globais após a crise deve aumentar o movimento de reestruturação das empresas, elevando o número de ações de venda, compra e fusão de corporações concorrentes ou parceiras, informa o ComputerWorld.

Dentro desta movimentação, o papel da TI seria fundamental: de acordo com Lawrie, a ausência de consulta aos CIOs durante estes processos pode trazer consequências ruins, como, por exemplo, falhas na negociação com fornecedores de TI e perdas nas áreas de pesquisa e desenvolvimento e governança.