Imed: abertura de protocolo = zero papel

23/12/2011 11:51

A Faculdade IMED, de Passo Fundo, acaba de informatizar a abertura de protocolos diversos nos setores de graduação e pós-graduação.

O novo sistema elimina o uso de papel na abertura de protocolos para cancelamento de matrícula, certificados de atividades complementares, disciplinas por acompanhamento, mudanças de curso e turno, revisão de provas, entre outros.

Tamanho da fonte: -A+A

A Faculdade IMED, de Passo Fundo, acaba de informatizar a abertura de protocolos diversos nos setores de graduação e pós-graduação.

O novo sistema elimina o uso de papel na abertura de protocolos para cancelamento de matrícula, certificados de atividades complementares, disciplinas por acompanhamento, mudanças de curso e turno, revisão de provas, entre outros.

Para cada tipo de protocolo, o aluno tem acesso à descrição completa dos documentos e informações necessárias, bem como um link para as resoluções que ditam as regras do protocolo em questão.

E o projeto deve ser expandido nos próximos meses, com a informatização de todos os processos referentes a protocolos – da abertura à gestão e conclusão, até o retorno ao aluno.

Por hora, a abertura de protocolos online pode ser feita pelo Portal Educacional da Imed.

A faculdade, que tem matriz em Passo Fundo e unidade em Porto Alegre, investe pesado na TI: este ano, anunciou a implantação do ERP RM Totvs.

O sistema ampliou o controle da instituição sobre áreas antes carentes de tecnologia para isso, o que culmina, por exemplo, na redução da inadimplência de 15% para, em alguns meses, até 8,5%; e na queda de 20 para três minutos no tempo de reabertura de matrículas.

O lançamento de notas pelos professores no portal da instituição também ganhou agilidade e hoje é feito 40% mais rapidamente.

Segundo o coordenador de TI da faculdade, Cláudio Franz, a instituição investe, anualmente, cerca de 0,5% do orçamento geral em tecnologia, o que no último ano ficou em torno de R$ 533 mil, incluindo novos trabalhos e melhorias no ERP.

Para o ano que vem, a meta é investir em uma ferramenta voltada à gestão de indicadores, além do início do uso do CRM, hoje um módulo do ERP usado somente no atendimento a chamados internos, para o público externo.

O plano é embasar na TI o crescimento da faculdade, que ainda em 2011 incorporou a marca Cetra, com a qual mantém parceria para cursos intensivos e de MBA na capital gaúcha, e até 2014 projeta a expansão da estrutura para 15 unidades espalhadas por todo o estado.
 

Veja também

Imed lança incubadora em Passo Fundo

A Imed, universidade sediada em Passo Fundo, lançou nesta terça-feira, 11, Incubadora Tecnológica-Incubatec.

Imed: game a la Angry Birds foca vestibular

A Imed, faculdade com sede em Passo Fundo e polo em Porto Alegre, aposta em um game semelhante ao Angry Birds, da finlandesa Rovio Mobile, para divulgar seu vestibular de verão, que acontece em prova única no dia 19 de novembro.

Imed: TI inova gestão e alavanca negócio

O ERP RM Totvs adotado pela Imed – Faculdade Meridional, que tem matriz em Passo Fundo e unidade em Porto Alegre, não trouxe apenas um novo sistema de gestão: ampliou as funções, a percepção e até mesmo o tamanho da TI, mas, principalmente, criou uma nova cultura administrativa.