Tamanho da fonte: -A+A

A ArcelorMittal contratou os serviços da CPM Braxis Capgemini para implantar o módulo Environmental Compliance (EC) do SAP – focado no controle de indicadores ambientais.

O objetivo principal da empresa é reunir e padronizar as informações referentes aos processos de redução de impacto à biodiversidade já adotados dentro da companhia – até hoje controlados por sistemas descentralizados.

Uso da água, qualidade do ar, emissão de ruídos e radioatividade derivados do seu processo produtivo são alguns dos indicadores que passarão pelo EC da SAP.

“O controle era feito manualmente, o que, além de exigir um esforço maior de mão de obra, aumentava a chance de erro”, afirma o gerente do projeto da ArcelorMittal Sistemas, Daniel Carvalho.

Segundo o executivo, a falta de processos consistentes, auditáveis e transparentes, era o maior  empecilho para a organização, já que o manuseio das informações não era confiável para a realização de um planejamento empresarial ou para a gestão de riscos.

O novo sistema foi instalado utilizando como piloto a usina de João Monlevade, situada no Estado de Minas Gerais.

Em média, o tempo para instalação é de cerca de sete meses, mas a equipe de oito profissionais da ArcelorMittal e CPM Braxis Capgemini conseguiu finalizar o projeto em três meses e meio.

Por meio do sistema, foi possível centralizar as informações que antes ficavam dispersas em diferentes softwares e garantindo a unificação dos dados.

Desde a implantação, a empresa teve mais facilidade para rastrear informações e redução de custos operacionais em relação às horas de trabalho dos empregados.

Constituída em dezembro de 2005, a ArcelorMittal Brasil tem capacidade de produção de 14 milhões de toneladas de aço por ano, mais de 19 mil empregados e 28 unidades industriais no Brasil, na Argentina (Acindar) e em Costa Rica (ArcelorMittal Costa Rica).

A ArcelorMittal Brasil é responsável por aproximadamente 8% da produção total de aço do grupo ArcelorMittal.

Já a CPM Braxis Capgemini possui oito centros de desenvolvimento, um data center e mais de seis mil profissionais.