Tamanho da fonte: -A+A

A Febraban - Federação Brasileira dos Bancos e o ITS - Instituto de Tecnologia de Software, esperam a participação de, no mínimo, três empresas gaúchas na edição deste ano do Espaço Inovação.

“Queremos que o Rio Grande do Sul brilhe mais este ano. Em 2009 a participação foi fraca", declarou o diretor do instituto, Descartes de Souza Teixeira, durante a divulgação do Ciab 2010, ocorrida nesta quinta-feira, 25, na sede da Softsul.

O Espaço Inovação é uma iniciativa da Febraban e do ITS, promovida anualmente desde 2005 na Ciab, evento anual da federação. Já foram apresentados mais de 80 cases de inovação em aplicações de TI no setor financeiro.

Este ano a Ciab acontece entre 09 e 11 de junho, em São Paulo, sendo que o Espaço Inovação contará com uma área total de 300m2 e abrigará 24 estandes destinados a empresas de pequeno e médio porte que desenvolvam soluções inovadoras de TI.

As participantes do espaço serão selecionadas em todo o país, entre PME’s, incluindo startups, em geral ligadas a incubadoras de empresas e pólos tecnológicos.

As inscrições podem ser realizadas até 05 de abril, no site relacionado ao final da matéria. A inscrição é gratuita para incubadoras, e para as demais o investimento é de R$ 150.

Para participar do processo é preciso desenvolver um produto inovador – segundo critérios da Lei de Inovação -, que seja aplicável às instituições financeiras, já lançado no mercado ou em fase experimental.

Além disso, a empresa deve ser de capital nacional e com faturamento não superior a R$ 5 milhões.

De acordo com Teixeira, o comitê de seleção, formado por patrocinadores do evento, representantes do setor e universidades, irá avaliar não o perfil da empresa, mas a solução em si.

Após o processo de seleção, as selecionadas devem arcar com um custo de participação de R$ 1,8 mil, caso sejam incubadas, e de R$ 5 mil para as demais.

“O valor é bem inferior ao praticado para as demais empresas que participam da exposição, que pagam entre R$2 mil e R$5 mil cada m2. Os estandes do Espaço Inovação são doados pela Fenabran, a taxa de participação é relativa ao custo dos serviços oferecidos, como material de divulgação”, detalha o executivo.

Em 2009, entre as aplicações apresentadas na exposição, 29% foram relativas a IT application. Soluções de segurança responderam por 25%, web ficou com 17%, mobile com 13% e certificação digital com 8%, seguida por acessibilidade e aplicações Linux, cada uma com 4%.


Ciab 2010: expectativa de 17 mil visitantes
Com o tema “Geração Y, um novo banco para um novo consumidor”, a organização do evento espera receber cerca de 17 mil participantes na exposição, além de 1,5 mil congressistas nacionais e 200 vindos do exterior.

Em média, o CIAB tem registrado 16 mil visitantes no seu recinto de exposições, cerca de 100 estandes das maiores empresas de tecnologia e entidades; além de 1.500 congressistas, em três dias de painéis de conferências e debates com 120 palestrantes e debatedores no palco de três auditórios diferentes.

Sobre a prospecção de negócios na feira, Teixeira destacou que o mercado bancário é um dos mais emergentes em termos de consumo de TI. “De cada US$ 100 gastos em tecnologia, US$ 25 são provenientes da área financeira. Além disso, é um setor que paga, tem liquidez”, ressaltou.

Por fim, o diretor destaca que muitas empresas desconhecem o potencial que possuem de participar do espaço. "As companhias às vezes têm um software que pode servir para uma instituição bancária e não têm noção disso. Talvez seja a hora de avaliar melhor as possibilidade de uso das soluções", conclui.