Tamanho da fonte: -A+A

A Magic Software, provedora de tecnologia para o desenvolvimento e integração de aplicações de negócios baseadas em mobilidade, SaaS, SOA e BPM, anuncia a liberação de novas funcionalidades do iBolt NF-e, solução que permite integrar sistemas de gestão e financeiros ao portal da Sefaz para emissão e validação de notas fiscais.

“A partir de agora, os desenvolvedores e integradores de software poderão criar seus próprios portais para a NFe, que podem se integrar com seus sistemas de gestão, fornecidos aos clientes ou de terceiros”, comenta Rodney Repullo, diretor-executivo da Magic. “Com isso, o iBolt garante levar os projetos de NF-e para a cloud computing”, completa.

Segundo o executivo, com o novo aplicativo os desenvolvedores de software que oferecem aplicações para NF-e poderão facilitar o processo de emissão e validação dos documentos para os clientes a partir de interfaces customizadas de acordo com cada projeto.

Além disso, as empresas de software poderão criar uma nova linha de negócio, integrando diversos ERPs, de clientes variados, centralizando no portal a comunicação com o Sefaz.

“As novas funcionalidades do iBolt NF-e são resultado da evolução e da melhoria obtidas a partir dos mais de 150 projetos já entregues em diversos ramos de atividades”, destaca Repullo. “A nova versão tem mais de 20 melhorias, com destaque para a comunicação através de webservices, que permitem enviar os arquivos remotamente, consultar o resultado da operação e baixar os XMLs e o PDF da Danfe”, finaliza.

Novas parcerias
A Magic também mantém um projeto de parcerias em projetos de Nota Fiscal Eletrônica.

Repullo explica que a idéia é passar dos 10 atuais parceiros para 15 novos desenvolvedores de aplicações que possuam clientes que necessitam emitir a NF-e a partir de aplicação de integração de processos, eliminando a necessidade de desenvolvimento de software específico.

De acordo com estimativa do próprio mercado, entre 1 milhão e 1,5 milhão de empresas terão que adotar a NF-e ainda este ano.

“Este número significa oportunidades de negócios para as empresas de software. A maioria dos desenvolvedores não têm tempo para criar aplicação dedicada e buscam no mercado um acordo de parceria com quem já oferece uma alternativa”, ressalta ele.