A oferta de suporte e manutenção da Softtek, fornecedora de soluções de TI e processos de negócio, já representa 20% da receita brasileira da companhia. Só com estas duas áreas, a subsidiária faturou cerca de R$ 34 milhões no ano passado.

Para este ano a empresa prevê crescer 15% com os contratos de suporte e manutenção, além de investir cerca de R$ 10 milhões neste segmento.

Conhecida como AMS (Application Management Services), a oferta permite mensurar os níveis de serviço e qualidade por meio de indicadores, tendo todos os chamados referentes aos diversos tipos de aplicações atendidos por uma mesma equipe, o que amplia as possibilidades de gerenciamento dos serviços, segundo Alexandre Hernandes, diretor de AMS da Softtek.

“Auxiliamos nossos clientes no desenvolvimento, cumprimento de regras e gestão de problemas, buscando uma estruturação dentro da governança de TI", explica Hernandes. “Como as empresas costumam investir muito em análise, especificação das necessidades e desenvolvimento da solução propriamente dita, acabam não dando continuidade ao acompanhamento da evolução das aplicações, o que causa distorções e necessidade constante de suporte e a manutenção”, complementa.
 
Ainda segundo o executivo, entre os benefícios apontados pelos clientes que já utilizam o serviço estão redução das chamadas para o suporte, redirecionamento dos investimentos para questões estratégicas, evolução das aplicações e possibilidade de gerenciar serviços e incidentes por meio de relatórios gerados.

"O AMS possui um relatório de SLA, que permite ao cliente controlar e verificar os benefícios que a solução oferece através de indicadores de performance", afirma Hernandes.

O executivo afirma que, para 2010, a meta da Softek é ampliar o número de contratos dedicados de AMS – aqueles que contam com atendimento personalizado.

“Conseguimos trazer, nesta modalidade, maior valor agregado para os clientes, dando mais sustentabilidade aos negócios dos usuários", finaliza Hernandes.

Com aproximadamente 6 mil colaboradores e 30 escritórios na América do Norte, América Latina, Europa e Ásia, a Softtek. conta com nove Centros Globais de Entrega no México, Brasil, Argentina, Espanha e China.

A empresa atende a corporações de mais de 20 países, utilizando modelos de entrega de serviços on-site, on-shore, offshore ou na modalidade Near Shore, marca registrada da Softtek desde 1997.

A companhia é, segundo dados próprios, a maior prestadora de serviços de TI independente da América Latina.