Entire TP mira farmacêutico para crescer 60%

26/08/2011 10:33

A Entire TP, especializada em soluções de comércio eletrônico para o mercado corporativo, projeta crescer 60% este ano.

Para alcançar a meta, um dos focos é a indústria farmacêutica.

Segundo o diretor Comercial, José Ricardo Ferreira, esta vertical tem sido uma das mais significativas no faturamento da companhia, nos últimos tempos.

Hoje, conforme Ferreira, o setor farmacêutico responde por 70% dos negócios.

Tamanho da fonte: -A+A

A Entire TP, especializada em soluções de comércio eletrônico para o mercado corporativo, projeta crescer 60% este ano.

Para alcançar a meta, um dos focos é a indústria farmacêutica.

Segundo o diretor Comercial, José Ricardo Ferreira, esta vertical tem sido uma das mais significativas no faturamento da companhia, nos últimos tempos.

Hoje, conforme Ferreira, o setor farmacêutico responde por 70% dos negócios.

Para esta área, a Entire oferece, por exemplo, o e-Trade, solução de integração de equipes de vendas por meio da automação de operações com pedidos junto a fornecedores e distribuidores.

Para crescer com foco no segmento, onde já atende a nomes como Pfizer, Novartis e JSK Boehringer, a Entire TP também está em vias de lançamento de novas soluções.

Uma delas, um portal para acompanhamento de licitações – o que, conforme Ferreira, é uma das maiores dificuldades do setor.

A estratégia envolve, ainda, o firmamento de parcerias com fabricantes como Motorola e a Samsung.

Segundo Ferreira, os acordos já vêm sendo negociados, devendo resultar em soluções para a área de tablets e smartphones ainda em 2011.
 

Veja também

Entire TP atualiza e-Trade para iPad e Galaxy

A paulista Entire TP anunciou a atualização da plataforma e-Trade para iPad e Galaxy.

Os novos módulos permitem que o usuário da ferramenta faça a captação de pedidos e informações de campo em uma única solução, além de medir a performance e reunir informações relacionadas aos representantes comerciais e empresas distribuidoras.

Entire TP: canais para crescer 30% até 2012

A Entire TP, empresa de soluções de comércio eletrônico para o mercado corporativo, aposta no planejamento de canais para crescer 30% até 2012.

Dentro do planejamento, a empresa busca parceiros nos estados de Minas Gerais, Salvador e Recife. O objetivo é contar com dez representantes no primeiro ano de projeto, e mais dez canais para o segundo ano.

Boehringer Ingelheim: B2B da Entire TP

A Boehringer Ingelheim, multinacional alemã de medicamentos para uso humano e veterinário,  implantou a ferramenta de comércio eletrônico da Entire TP.
 
O e-trade vai fazer a  fazer a gestão completa do processo de compra e venda, englobando 95 produtos da a fabricante, os 20 distribuidores e os mais de 9 mil PDVs espalhados pelo Brasil.

Entire TP: e-Trade para ampliar vendas em 40%

A paulista Entire TP retoma os investimentos em TI e e-commerce corporativo para aumentar em 40% as vendas da plataforma virtual e-Trade até o final de 2011.

Atualmente, a ferramenta representa 70% do faturamento da empresa, que atende também aos segmentos de indústria, farmácia e automobilística.

Farmácias são 70% da receita da Entire TP

O setor farmacêutico tem impulsionado os negócios da Entire TP, especializada em soluções de comércio eletrônico para o mercado corporativo. Atualmente, o segmento representa 70% do faturamento da empresa, que prevê crescer ainda 25% nesta área em 2010.

Entire TP amplia receita com setor hospitalar

A Entire TP, empresa de soluções de e-commerce para o mercado corporativo, inicia investimentos em projetos na área hospitalar, prevendo o aumento da receita em 20% até o final de 2010.

Com base nos investimentos realizados em infraestrutura e softwares de gestão, a empresa criou o e-supply, que funciona como um sistema de cotação online que executa a consulta da equipe de compras junto aos fornecedores, o que torna o processo de negociação mais estratégico e rápido.

Entire TP: e-suply para crescer 20% em 6 meses

A Entire TP, empresa de soluções de e-commerce para o mercado coorporativo, inicia investimentos no setor de construção civil, com a ferramenta e-supply, para crescer 20% com a oferta de serviço de cotação online de produtos, em seis meses.

Atualmente, a plataforma representa 25% do faturamento da empresa, que atende também aos segmentos de indústria, farmácia e automobilística.

Medley adota e-commerce da Entire TP

A Medley Indústria Farmacêutica, empresa do Grupo Sanofi – Aventis, adotou o e-Trade, da Entire TP.

Com a plataforma, a meta é aprimorar a integração com a equipe de vendas por meio da automação das operações com pedidos feitos pelos distribuidores à fabricante, além de realizar a transmissão de informações via internet.

Oracle compra Phase, de gestão farmacêutica

A Oracle anunciou que vai comprar a Phase Forward, empresa de programas de gerenciamento de dados farmacêuticos. A transação será fechada em cerca de US$ 685 milhões.

Com o anúncio da compra, as ações da Phase saltaram 29%, chegando a US$ 16,89, antes da abertura do mercado nesta sexta-feira, 16.

Active: setor farmacêutico para crescer 55%
A Active, especializada em sistemas de automação e informatização para os mercados farmacêutico, cosmético e alimentício, projeta um crescimento de 55% para este ano.

Com isso, 2009 será o ano de maior alta no faturamento da companhia, que está no mercado desde 1995. Para alcançar a meta, a empresa aposta na nova versão da solução Evolutio, voltada ao mercado farmacêutico, e em projetos ligados à rastreabilidade de medicamentos.
Webcast: e-commerce e indústria farmacêutica
A Ikeda, empresa especializada em soluções de e-commerce, realiza na quarta-feira, 30, das 15h às 16h, o webseminário "O Impacto do Comércio Eletrônico na Indústria Farmacêutica”.

A participação é aberta e gratuita, mediante cadastro prévio pelo site relacionado abaixo.
Uni5: recepção de NF-e na Sesi Farmácia
O Uni5 acaba de instalar sua solução de recebimento de NF-e na Sesi Farmácia, do Sistema Fiergs.

A rede farmacêutica, que conta com mais de 70 lojas no Rio Grande do Sul, não emite nota eletrônica, mas compra medicamentos de diversas empresas que utilizam o documento.