Tamanho da fonte: -A+A

Com foco no mercado exterior, iniciando por Angola, acaba de ser criado o Projeto BOC - Bahia Offshore Consortium.

O grupo, que agrega as empresas Desenvolva Tecnologia, Gorila Comunicação Web, Micro Solution Informática, Open System, Topos Informática, Compu VOX, ZCR Informática e ZDOC, já conta com dois projetos em andamento no país africano, um em georeferência e outro em telecomunicações.

As oito companhias formadoras do grupo também oferece soluções nas áreas de GED, CTI, mobilidade, gerenciamento de portais e sites, suporte remoto e monitoramento para banco de dados e sistemas operacionais.

"Em Angola, um executivo já foi contratado para articular oportunidades e acompanhar as ações em desenvolvimento", afirma  Ricardo Ferreira, um dos gestores do BOC.

Para ele, o mercado do país angolano apresenta números que apontam oportunidades de crescimento para quem se dispuser a investir por lá. No triênio 2006-2008, por exemplo, o país registrou taxa de expansão econômica média em relação ao PIB de 17%.

"Além disso, o mercado angolano de TI é extremamente recente e carente, o que gera oportunidades", complementa Ferreira.

O consórcio baiano tem apoio de Softex e Apex-Brasil.