Marcos Andrade, diretor de Alianças da CorpFlex

A CorpFlex já atende a 12 clientes na região Sul, mas até o final do ano, a meta é aumentar esta lista para pelo menos 20, aumentando a participação da região nos negócios dos atuais 20% para cerca de 30%.

Para isso, o primeiro passo da companhia foi a instalação de presença local, por meio de uma parceria fechada no fim do ano passado com a Menthor, empresa localizada no Pólo de Informática de São Leopoldo.

“Iniciamos trabalhando a área de Porto Alegre e região Metropolitana onde, hoje, contabilizamos cerca de 15 contatos prestes a se tornarem contratos em breve”, destaca o diretor da Menthor, Helbert Bello. “Além disso, também exploramos a Serra, onde já prospectamos 300 potenciais clientes”, complementa.

Segundo o diretor de Alianças da CorpFlex, Marcos Andrade, os focos por aqui serão os setores industrial e educacional.

“O empresário gaúcho ainda tem uma certa ressalva quanto à computação em nuvem, uma de nossas especialidades, mas já estamos quebrando esta barreira”, explica o executivo. “Para ir ainda mais longe, além de clientes, estamos em busca de novos parceiros no Sul. Hoje, temos parceria com a GVDasa, mas queremos mais. Há duas empresas com as quais estamos tratando para o fechamento próximo de alianças na área de ERP”, antecipa.

Para Andrade, a região poderá ser uma alavanca para o alcance da meta de crescimento de 40% estipulada pela CorpFlex para 2010.

A empresa, que no ano passado se expandiu 20%, faturando em torno de R$ 12 milhões, foi uma daquelas sortudas a não sofrer os impactos da crise mundial.

“Ao contrário: para as empresas, o SaaS, o outsourcing, se mostrou como uma ferramenta de redução de custos, algo muito apreciado em tempos de crise”, avalia ele.

E é com este foco que a companhia toma fôlego para ir adiante no Sul, planejando a instalação de presença local também em Santa Catarina e no Paraná, embora ainda haja um plano nem prazos definidos para isso.

Grandes nomes
A carteira de clientes da CorpFlex conta com nomes como Unihealth, Liberty, Línea Sucralose, Dixtal e MEC-Q, entre vários outros. Já a lista de parceiros traz, além da GVDasa, outros nomes de peso, como Benner, Sênior, NDDigital, Sankhya, Biosalc, Riosoft, BGMRodotec, Telemática, Mega e SML.  

Para fazer parte da lista, a empresa segue em busca de desenvolvedores de ERP, CRM, BI e aplicativos, tudo focado no modelo SaaS.

O portfólio agrega, ainda, ofertas de IaaS e PaaS (Plataforma de Serviços Colaborativos).