Tamanho da fonte: -A+A

A Vivo e a Telesp, filiais brasileiras da espanhola Telefónica, entraram em acordo para integrar suas ações e simplificar a estrutura societária da holding.

Com a mudança de estrutura, a Telesp vai incorporar a seu patrimônio o total das ações da Vivo, que até agora dependiam da controladora Brasilcel.

Ainda segundo um comunicado enviado ao mercado pela Vivo, o plano de integração mantém a independência operacional das duas companhias, embora as ações de ambas passem a ser cotadas na bolsa as ações da Telesp como controladora das duas operadoras.

"A reestruturação societária racionalizará a estrutura de custos das companhias e auxiliará na integração dos negócios e na geração de sinergias", ressalta o comunicado.

Para efetuar a integração, Telefónica seguirá as recomendações da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) do Brasil, para o que criará comitês especiais independentes que negociarão a relação de substituição de ações.

As deliberações destes comitês serão analisadas pelos conselhos de administração da Vivo e Telesp e, posteriormente, serão votadas nas assembléias de acionistas.

A mudança societária deverá ser concluída ainda no primeiro semestre de 2011, conforme o comunicado.

A Telefónica adquiriu o controle total da Vivo em setembro de 2010, quando comprou a metade da controladora Brasilcel que estava nas mãos da Portugal telecom.

A Vivo é a principal operadora de telefonia celular do Brasil e a Telesp, a maior companhia de telefonia fixa do estado de São Paulo.