Maurício Takashima, diretor Comercial da Delta Cable

A curitibana Delta Cable encerrou 2011 com faturamento de R$ 65 milhões, alta de 19,5% sobre o ano anterior.

O ano marcou também a expansão das atividades em mercados para além do Sul, onde a empresa afirma já deter o posto de maior distribuidora de tecnologias de rede.

A companhia abriu uma filial em São Paulo em 2011, que hoje representa 25% de seu faturamento geral.

Agora, o foco é elevar o índice da região Sudeste para 30%, no mínimo. Em relação ao Sul, a meta é manter a participação em 60% da receita.

Já no Norte, Nordeste e Centro-Oeste devem ficar com participação distribuída em torno de 10%, segundo Maurício Takashima, diretor Comercial da Delta Cable.

“Nossa oferta se concentra cada vez mais em pacotes de soluções, a fim de suprir a demanda de atualização da infraestrutura física de redes IP nas empresas e governos”, afirma o executivo.

Conforme o diretor, 2011 foi um divisor de águas para a distribuidora, que até o fim de 2010 mantinha algumas soluções para o mercado SOHO e se concentrava em fidelizar os maiores clientes no Sul.

Ao logo do ano passado, iniciou-se a estratégia de expansão, com a abertura em São Paulo com estrutura própria de estoque para a pronta entrega das soluções de 15 fabricantes parceiros, dos quais seis têm acordo de exclusividade com a distribuidora no país.

“Agora, o objetivo é solidificar nosso posicionamento em São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, e abrir os caminhos nas demais regiões", informa Takashima.

A estratégia se reforça nos canais: a companhia já tem diversos credenciados nas principais capitais do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, incluindo Brasília.

"Estamos em busca de novos bons parceiros em Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul”, destaca o diretor Comercial.

Hoje, a rede da Delta Cable conta com mais de sete mil instaladores, revendas e integradores ativos, além de 120 colaboradores diretos alocados na matriz, em Curitiba, e nas unidades de negócios de Cascavel, Londrina, Florianópolis, Joinville, Porto Alegre e São Paulo.

A carteira de fabricantes distribuídos conta com Furukawa, Fluke Networks, Axis, Sony, Emerson Network Power e Edge-core, entre vários outros.

Já a carteira de clientes soma mais de sete mil organizações, como Copel, Itaipú Binacional, Eletrosul, Redisul e Petrobras.