Mazoni: Serpro no limite da energia

03/03/2011 10:17

O presidente do Serpro, o gaúcho Marcos Mazoni, admitiu nesta quinta-feira, 03, que o CPD do Serpro, em São Paulo, opera no limite de seu sistema de energia elétrica.

A estrutura está em operação há 25 anos e, segundo Mazoni, neste período houve apenas serviços de manutenção e reparo, mas nenhuma troca.

Marcos Mazoni

Tamanho da fonte: -A+A

O presidente do Serpro, o gaúcho Marcos Mazoni, admitiu nesta quinta-feira, 03, que o CPD do Serpro, em São Paulo, opera no limite de seu sistema de energia elétrica.

A estrutura está em operação há 25 anos e, segundo Mazoni, neste período houve apenas serviços de manutenção e reparo, mas nenhuma troca.

Agora, o presidente garante que a substituição de componentes e sistemas necessários vai acontecer, contando com boa parte dos R$ 100 milhões previstos para investimento na estatal em 2011.

Em entrevista à rádio CBN, Mazoni informou que as falhas registradas nos últimos sete dias no Serpro foram determinadas por problemas em dois dos quatro sistemas de energia do CPD.

O presidente disse, ainda, que os dois sistemas que não apresentaram problemas com a variação elétrica não suportaram a demanda, o que nos dois últimos dias piorou, em função do início da entrega das declarações do Imposto de Renda Pessoa Física, gerando uma parada neste sistema na quarta-feira, 02.

Também na quarta-feira, a sobrecarga do CPD parou outros sites, como o do Detran-PR e do Siscomex.

Além de São Paulo, o Serpro também mantém CPDs em Brasília e no Rio de Janeiro, mas estes não foram afetados pelas falhas dos últimos dias.

Segundo Mazoni, as falhas da quarta-feira já foram completamente resolvidas e não deve haver novos problemas.

A parada no CPD paulista do Serpro e suas consequências foram matéria no Baguete Diário, que pode ser conferida pelo link abaixo.
 

Veja também

Serpro falha, IR, Siscomex e Detran param

O centro de dados do Serpro, em São Paulo, ficou fora do ar na manhã desta quarta-feira, 02, criando problemas para quem tentou fazer a entrega das declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2011.

Conforme divulgado pela entidade, o que houve foi uma falha nos sistemas de proteção contra variações de energia elétrica, que afetou também outros serviços hospedados no local.

Gartner: data centers, repensem uso da energia

A energia elétrica é responsável por 12% dos gastos de um data center, indica um estudo do Gartner.

Conforme a consultoria, este é também o custo que mais cresce nestes ambientes, o que requer uma postura de maior planejamento por parte dos CIOs.

Meliga assume diretoria no Serpro

Larte Meliga assumiu nesta quinta-feira, 17, o cargo de diretor de gestão empresarial do Serpro.

O gaúcho estava no Ministério da Fazenda, onde ocupou a Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Administração.

Meliga já participava como representante da Fazenda no Conselho Diretor do Serpro.

O novo diretor do Serpro – que é comandado pelo também gaúcho Marcos Mazoni – foi chefe de gabinete do governador Olívio Dutra (PT-RS).

Serpro: cloud em municípios com PNBL

O Serpro, estatal de processamento de dados do governo federal, poderá fornecer novas tecnologias para serviços prestados por governos estaduais e municipais usando a cloud computing.

A informação é do presidente da empresa, Marcos Mazoni.

Serpro: 2x mais processamento na RF

A Receita Federal acaba de assinar o maior contrato de sua história com o Serpro, no valor de R$ 926,2 milhões.

Conforme divulgado no Diário Oficial da União na segunda-feira, 03, o órgão precisou dobrar a capacidade de processamento de dados do Siscomex - Sistema Integrado de Comércio Exterior, devido ao crescimento das importações do país.

Ex-Serpro condenadas a pagar R$ 2,79 mi

Duas ex-funcionárias do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) foram condenadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) a pagar  R$ 2,79 milhões, valor atualizado, por fraude em dados do sistema.

Sandra do Rosário Camilo de Oliveira e Zenaide Eva Soares são as rés do processo.

De acordo com relatório do órgão, Sandra incluiu indevidamente diversos beneficiários no cadastro de pensionistas do Ministério da Fazenda.

FNTI contra mudanças no Serpro

A Frente Nacional de Tecnologia da Informação (FNTI), que representa associações do setor como Assespro, Abes, Softex e Sucesu, vai se mobilizar para reverter a Lei 12.249/10, que amplia as possibilidades de dispensa de licitação do Serpro em órgãos públicos.

De acordo com informações do Computerworld, o FNTI vai buscar apoio parlamentar e de juristas para questionar a constitucionalidade da nova regulamentação, aprovada nesta semana pelo presidente Lula.

Governo amplia atuação do Serpro

O presidente Lula sancionou na sexta-feira, 11, uma medida provisória que dispensa o Serpro de licitação pública para prestação de serviços de TI considerados “estratégicos” e relacionados com as “atividades de sua especialização”.

Energia limpa: deve atrair US$ 2,3 tri até 2020

Relatório da Pew Charitable Trusts aponta que os países do G-20 podem atrair investimentos de até US$ 2,3 trilhões em energia limpa nos próximos 10 anos.

Foram analisadas as projeções de investimentos privados em energia eólica, solar e de biomassa, a partir de resíduos, e pequenos projetos de energia marinha, geotérmica e hidrelétrica.

Emerson: data center único, 50% menos energia

Em um ano, o data center global da Emerson, localizado na sede da empresa, em St. Louis, registrou disponibilidade de 100%.

Depois de migrar as operações de TI para as novas instalações, a Emerson fechou os data centers de Chicago e Cincinnati, reduzindo o consumo de energia em mais de 50% e o espaço físico em cerca de 75%.

Agora, a companhia planeja fechar outro antigo data center, também em St. Louis.