Tamanho da fonte: -A+A

Cidades de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Distrito Federal – somando 793 municípios – serão atendidos por 3,5 quilômetros de cabos de fibra ótica da Furnas.

O projeto faz parte do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), capitaneado pela Telebrás.

Em uma segunda fase, Furnas participará também nos anéis que atenderão às regiões Sul e Nordeste.

Além das linhas de transmissão da empresa, para completar o circuito serão instaladas fibras óticas usando-se a infraestrutura dos gasodutos da Petrobras na região.

Segundo o iPNews, o gerente do departamento de engenharia de telecomunicações de Furnas, Paulo Cesar Bernardini, disse que a empresa também disponibilizou torres de seu sistema de telecomunicações para viabilizar a conexão.

Até o fim deste mês, Furnas concluirá o trabalho de adaptação de suas instalações para o primeiro trecho do PNBL a ser inaugurado, no circuito entre Brasília e Itumbiara, em Goiás.

A Aneel homologou, em 25 de maio, os contratos de cessão firmados entre a Telebrás e as empresas estatais do setor elétrico que participarão do projeto, com validade de 10 anos.