Tamanho da fonte: -A+A

A Vivo acaba de confirmar que seu diretor-presidente, Roberto Oliveira de Lima, decidiu deixar o cargo.

Conforme comunicado divulgado pela companhia, ele se desliga da operadora até o dia 30 de junho, encerrando uma gestão de seis anos.

O motivo da saída, um possível sucessor ou o novo destino de Lima não são detalhados pela operadora.

"A Vivo Participações S.A. informará  ao mercado quaisquer novos fatos a esse respeito", limita-se a informar o comunicado oficial.