Flip Studio: apps impulsionam gaúchos

05/10/2011 13:03

A Flip Studio, de Caxias do Sul, acaba de fechar seu primeiro ano de atuação em desenvolvimento de software para iPhone, iPad, Android e Blackberry com 28 aplicativos criados para 19 clientes da Serra Gaúcha, Porto Alegre, São Paulo e EUA.

A carteira inclui nomes como Randon, Herval, Pepsi Club, O Caxiense e RedeSul, entre outros

Guilherme Vieira, diretor geral da Flip Studio

Tamanho da fonte: -A+A

A Flip Studio, de Caxias do Sul, acaba de fechar seu primeiro ano de atuação em desenvolvimento de software para iPhone, iPad, Android e Blackberry com 28 aplicativos criados para 19 clientes da Serra Gaúcha, Porto Alegre, São Paulo e EUA.

A carteira inclui nomes como Randon, Herval, Pepsi Club, O Caxiense e RedeSul, entre outros

Ainda este ano, a meta é elevar o número de projetos entregues para 32, enquanto para 2012 a projeção é expandir a carteira de clientes únicos para 40 nomes, incrementando em cerca de 40% o faturamento.

Conforme o diretor geral, Guilherme Vieira, a aposta da empresa incubada na ITEC (Incubadora Tecnológica de Caxias do Sul) é o desenvolvimento de aplicativos específicos para cada cliente, aliada à oferta de produtos prontos.

Dentre eles, o que mais gera receita para a startup gaúcha é o Sales, solução para catálogos e ponto de vendas digital.

Já o Portal, ferramenta para disponibilização de conteúdo e serviços a clientes finais, é o líder em número de projetos fechados pela Flip Studio.

A terceira solução pronta da companhia caxiense é o Publishing, voltada para o mercado de editoras.

“Esta ferramenta possibilita às editoras a publicação de seus conteúdos através de tablets”, comenta Vieira.
Para os próximos meses, o diretor projeta a ampliação do portfólio, com o desenvolvimento de novas soluções para outros nichos de mercado.

“Acreditamos em um processo natural de verticalização e na expansão baseada também no reforço interno, com a contratação de novos colaboradores”, afirma Vieira.

Hoje, a equipe da Flip é formada por cinco pessoas, sendo quatro na área técnica e uma no setor de relacionamento. Ainda este ano, pelo menos uma nova contratação será feita para o departamento de produção.

Já para 2012, o plano é dobrar a quantidade de funcionários.

“O objetivo é formar uma equipe de desenvolvimento autosuficiente para a demanda do próximo ano, quando seguiremos aumentando a produção e teremos pessoas dedicadas às áreas de apoio da empresa”, comenta o diretor.

Diferencial
Conforme o executivo caxiense, o diferencial da empresa para crescer no disputado mercado de apps para dispositivos móveis é a oferta de soluções focadas em empresas que estão estreando neste tipo de plataforma.

“Todos os nosso produtos são modularizados e permitem a customização completa de interface”, comenta Vieira. “Isso garante que, apesar da padronização, os aplicativos produzidos não sejam engessados”, acrescenta.
 
Além disso, atrelado ao desenvolvimento de software, a companhia gaúcha também oferece serviços focados na estratégia de concepção dos aplicativos.

“Ajudamos a formar o conceito dos apps, focando o cliente final que as empresas desejam atingir”, destaca o diretor.

Por fim, a companhia vende em modelo SaaS, o que, segundo Vieira, é mais atrativo para clientes em processo de entrada no mercado mobile por diminuir custos e garantir um plano de atualização periódico em função da demanda de cada projeto.

Veja também

Gazeta do Sul lança app para iPad e iPhone

O jornal Gazeta do Sul, de Santa Cruz do Sul, lançou no último fim de semana seu aplicativo para iPad e iPhone.

O app está disponível para download gratuito temporário pelo site abaixo e, durante o período de degustação, também ficará liberado o acesso ao conteúdo diário da Gazeta, mesmo para quem não é assinante da versão online.

O Caxiense ganha app no Android

Desde a última quinta-feira, 02, o jornal O Caxiense, de Caxias do Sul – a 125 quilômetros de Porto Alegre – tem um aplicativo para a plataforma Android, do Google.

Com o lançamento, o jornal semanal, que já tinha versões para iPhone e iPad, reforça sua estratégia de forte atuação online, como meio de interagir com o público.

Todos os apps foram desenvolvidos pela Flip Studio, também de Caxias do Sul.

Zero Hora estreia no iPad

Na mesma semana em que chegou ao mercado o primeiro jornal exclusivamente para o iPad, chamado The Daily e produzido pela News Corp, o periódico gaúcho Zero Hora deu as caras no tablet da Apple.

Não se trata do primeiro no Brasil, nem do primeiro no Rio Grande do Sul. Em nível nacional, Folha de S. Paulo, Estado de S. Paulo e O Globo já tinham seus downloads na App Store.

Localmente, o jornal O Caxiense, da Serra Gaúcha, também chegou antes, no final de janeiro.

O Caxiense: jornalismo 2.0

O Caxiense, um semanário com tiragem de pouco mais de 5 mil exemplares semanais de Caxias do Sul, na serra gaúcha, tornou-se o primeiro jornal do Rio Grande do Sul a ter um app para iPhone, desenvolvido pela Flip Studio, também de Caxias, largando na frente de empresas de nível nacional na região.

iPhone 4S derruba ações da Apple

O iPhone 4S, lançado nessa terça-feira, 04, não empolgou investidores da Apple.

As ações da empresa chegaram a cair 5% no dia do anúncio feito pelo sucessor de Jobs, Tim Cook, mas se recuperaram ao longo do pregão, fechando com baixa de 0,56%, cotadas a US$ 372,50.

RIM abre nova app store no Brasil

A fabricante do Blackberry Research in Motion (RIM) anunciou o lançamento da versão 3.0 de sua loja de aplicativos, a Blackberry App World.

Hoje, a App World possui um catálogo de mais de 35 mil títulos, com mais de 3 milhões de downloads no mundo sendo registrados diariamente.

Entre as novidades está seu novo design, que inclui uma barra com um carrossel rotativo com os últimos apps lançados. Além disso, o espaço agora tem uma versão em português.

Google+ divulga códigos para criar apps

O Google anunciou a liberação das primeiras interfaces de programação de apps voltados ao Google+.

A nova ferramenta abre espaço para que os programadores desenvolvam aplicativos específicos para a rede social – lançada no final do mês de julho desse ano – e adaptem os já existentes para outras iniciativas sociais da empresa.

Segundo o blog oficial do Google, a interface poderá usar apenas dados públicos.

Essence investe R$ 1,6 mi em apps

A Essence está investindo R$ 1,6 milhão na criação de uma unidade de negócios voltada para a fabricação de softwares.

Segundo o jornal Valor Econômico dessa terça-feira, 23, o setor de construção civil e incorporação é a aposta empresa, parceira da SAP desde 2006.

Apple vende 61% mais apps no 1S11

Estudo da Piper Jaffray mostra que o consumo de apps na loja da Apple cresceu 61% no primeiro semestre de 2011, frente ao mesmo período do ano passado.

Para Gene Munster, analista da Piper responsável pela pesquisa, o aumento é uma prova de que o modelo de compras de softwares está passando por mudanças – indo das prateleiras para as lojas virtuais nas máquinas dos usuários, resultando num consumo cada vez mais simples e maior.

Apple assume a liderança em smartphones

Dados da consultoria IDC sobre o segundo trimestre de 2011 indicam que a Apple foi a empresa que mais distribuiu smartphones no período.

Foram 20,3 milhões de unidades enviadas às lojas no período, com participação de 19,1% do mercado.

De acordo com a IDC, os embarques de iPhones cresceram 141,7% em comparação com o mesmo trimestre de 2010, quando a Apple vendeu 8,4 milhões de aparelhos.

Mercado de aplicativos cresce US$ 2,2 bi

O número de dowloads de aplicativos em todo o mundo cresceu no primeiro semestre de 2010. Segundo pesquisa da Research2guidance, foram 3,8 bilhões de aplicações baixadas no período, enquanto um ano antes o índice ficava em 3,1 bilhões.

O crescimento, salienta a pesquisa, se deve à facilidade de acesso a lojas de aplicativos que, hoje, apresentam mais ofertas para os usuários.