Cisco Move: 27% de economia para operadoras

15/02/2011 13:59

A Cisco lança a Cisco Move (Monetization, Optimization, linha de novas soluções para provedores de serviços de vídeo e tráfego de dados móveis.

A série compreende o Cisco Mobile Videoscape, Cisco Service Provider Wi-Fi e Cisco Adaptive Intelligent Routing (AIR) e, com ela, as operadoras móveis podem reduzir custos associados de rede de acesso por rádio (RAN) em até 27%, de acordo com avaliação da ACG Research.

Tamanho da fonte: -A+A

A Cisco lança a Cisco Move (Monetization, Optimization, linha de novas soluções para provedores de serviços de vídeo e tráfego de dados móveis.

A série compreende o Cisco Mobile Videoscape, Cisco Service Provider Wi-Fi e Cisco Adaptive Intelligent Routing (AIR) e, com ela, as operadoras móveis podem reduzir custos associados de rede de acesso por rádio (RAN) em até 27%, de acordo com avaliação da ACG Research.

Com as novas ferramentas, os provedores podem otimizar suas redes e, ao mesmo tempo, oferecer serviços móveis personalizados por meio de redes com e sem fio, segundo Ash Dahod, vice-presidente sênior e gerente geral, Mobile Internet Technology Group da Cisco

“As soluções expandem a rede móvel - do cliente para a rede e para a nuvem – e foram desenvolvidas para atender ao volume cada vez maior de tráfego de dados móveis, especialmente de vídeo”, explica o executivo.

Para dar uma ideia de demanda, Dahod cita o relatório Cisco Visual Networking Index (VNI) Global Mobile Data Traffic Forecast for 2010 to 2015, que aponta que dois terços do tráfego mundial de dados móveis serão de vídeo dentro de quatro anos.

Ou seja: a transferência deste tipo de dado em estruturas móveis irá crescer mais do que 100% ao ano entre 2010 e 2015.

Na oferta Cisco Mobile Videoscape, a companhia fornece às operadoras móveis soluções de visualização de vídeo móvel, que podem ser repassadas aos clientes por meio das plataformas Cisco ASR 5000 e Cisco Unified Computing System.

Estas plataformas conectam a rede móvel à rede maior de distribuição de vídeo habilitada pelos recursos da Cisco Content Delivery Network do próprio Cisco Videoscape.

A solução também utiliza os recursos do novo Cisco Videoscape Media Suite para oferecer gerenciamento de conteúdo em várias telas.

Já o Cisco Service Provider Wi-Fi permite aos provedores de serviços utilizar a tecnologia Wi-Fi para descarregamento de dados móveis.

Com tecnologia Cisco Next Generation Hotspot, a solução oferece uma plataforma com autenticação padronizada, contínua e que possibilita roaming, além de contar com o novo Cisco Aironet 1550 Series Outdoor Wireless Access Point, com tecnologia Cisco CleanAir.

Com esta novidade, as operadoras podem oferecer aos usuários cobertura de alta segurança em áreas específicas, tais como ambientes externos para prática de esportes e corredores de transporte, enquanto fazem o descarregamento de tráfego pesado de dados móveis, garante a fabricante.

Por último, o Cisco Adaptive Intelligent Routing (AIR) promete reduzir o custo do tráfego de dados móveis através do oferecimento de inteligência de serviços em toda a rede.

Estendendo-se pelas plataformas Cisco ASR 1000, Cisco ASR 5000 e Cisco ASR 9000, o Cisco AIR distribui e compartilha inteligência de redes e de clientes para interagir e comunicar sobre tipos específicos de tráfego e otimizar o encaminhamento e tratamento do tráfego.
 

Veja também

Cisco investe mais em vídeo e compra Inlet

Em uma nova investida na área de vídeo digital, a Cisco divulgou na sexta-feira, 05, que conclui ainda no primeiro semestre de 2011 a compra da norte-americana Inlet Technologies por US$ 95 milhões.

Com a compra, a empresa incluirá em sua oferta, tradicionalmente focada no mercado de roteadores, switches e, mais recentemente, cloud computing; também softwares para streaming de vídeo e codificação digital.

Margens da Cisco preocupam investidores

O segundo trimestre fiscal da Cisco Systems teve vendas acima das expectativas, mas margens preocupantes para os investidores.

Em receita, a empresa teve alta de 6%, na comparação com um ano antes. O volume chegou a US$ 10,41 bilhões – acima dos US$ 10,23 bilhões esperados por analistas.

A margem bruta, porém, desapontou.

Nice Systems: soluções conjuntas com Cisco

A Nice Systems anuncia operação em conjunto das soluções Nice SmartCenter e três produtos da Cisco.

Nas novas ofertas, soluções de captura de mídia, gestão de mídia social e desktop collaboration, da Cisco, serão combinadas com plataformas da Nice – Interaction Recording, Quality Management, cross-channel Interaction Analytics, Workforce Management e Real-time Process Optimization.

Cisco: TV aberta, integrada e nas nuvens

A Cisco combinou a computação em nuvem e as redes IP para oferecer serviços de vídeo via Internet.

Chamada de Cisco Videoscape, a tecnologia foi anunciada na semana passada, durante a CES 2011, em Las Vegas, o deve competir com Google, Microsoft e Apple, entre outras empresas, na disputa pela TV via web.

Operadoras de telefonia, como a Telstra, trabalham no desenvolvimento de serviços no Videoscape.

Disoft: Cisco Tidal Automation para SAP

A Disoft traz para o Brasil a plataforma Cisco Tidal Intelligent Automation, projetada para padronizar, uniformizar e automatizar os processos de TI em ambientes complexos e heterogêneos de empresas usuárias de SAP.

O lançamento faz parte de uma parceria firmada entre a Disoft e a Tidal, desenvolvedora de soluções de automação e gerenciamento de aplicativos adquirida pela Cisco no ano passado.

Shell: AT&T e Cisco para eficiência energética

A AT&T e a Cisco foram escolhidas pela Shell para executar um projeto global de eficiência energética da multi do setor de combustíveis.

Entram no projeto relatórios sobre emissões de CO2 derivadas das operações de TI da empresa e mapeamento dos padrões de consumo de energia.

Segundo Alan Matula, diretor de informática da Shell, o projeto deve otimizar os sistemas ociosos, eliminar equipamentos redundantes e reduzir o espaço físico ocupado nos prédios.

Cisco e BMC: parceria em cloud computing

A Cisco e a BMC Software anunciaram nessa semana uma parceria para desenvolver soluções de larga escala para infraestruturas de cloud computing e software multi-tenant.

O acordo prevê o desenvolvimento de um roadmap de produtos que serão fabricados e vendidos em conjunto pelas duas companhias.

Cisco lança rádio corporativa 2.0

A Cisco, fabricante de equipamentos de rede, lança a Rádio Cisco 2.0, um canal corporativo que reúne programação musical e informações referentes às tendências e novidades do mercado de TIC.

O conteúdo do projeto é produzido pela empresa de comunicação Som S/A.

Cisco cria posto de diretor de canais AL

Dario Loriato é o novo diretor de canais para América Latina da Cisco. A função foi inaugurada na semana passada pela empresa.

Loriato, que tem 14 anos de empresa, passa a responder diretamente à presidência de canais para emerging markets. Segundo o site Reseller Web, a meta é alinhar as iniciativas e estratégias da região latina com os mercados emergentes.

Na posse, os data centers foram o assunto principal.