NET lança TV sob demanda

15/04/2011 14:14

A novidade, que chega ao mercado na segunda-feira, 25, foi batizada de Now e conta com filmes, seriados e programas diversos, que são ofertados por meio de streaming.

Inicialmente, a TV on demand só estará disponível em algumas regiões da capital paulista para clientes que assinam os pacotes NET HD e NET HD Max.

Depois, a meta é expandir o Now para toda a cidade de São Paulo, partindo, em um terceiro momento, para outros municípios.

Tamanho da fonte: -A+A

A novidade, que chega ao mercado na segunda-feira, 25, foi batizada de Now e conta com filmes, seriados e programas diversos, que são ofertados por meio de streaming.

Inicialmente, a TV on demand só estará disponível em algumas regiões da capital paulista para clientes que assinam os pacotes NET HD e NET HD Max.

Depois, a meta é expandir o Now para toda a cidade de São Paulo, partindo, em um terceiro momento, para outros municípios.

A rota será definida pela estrutura de fibra ótica disponível em cada localidade.

Pelo novo serviço, o usuário conta com um menu que permite escolher, pelo controle remoto, a programação que quiser, quando quiser.

Cada conteúdo solicitado pelo assinante sai por R$ 3,90 e pode ser visto por um período de 24 ou 48 horas. O valor é cobrado na conta do assinante.

A novidade também permite acessar informações sobre os programas “alugados”, pausar, avançar, parar e continuar os conteúdos.

Tudo é transmitido em alta definição, enviado a partir de um servidor da NET para a casa do cliente por meio da Internet – a operadora jura que não há qualquer interferência na navegação.

Somando todos os tipos de programas disponíveis, a nova oferta inicia com cerca de dois mil títulos.

Além dos seriados, filmes e outros programas, também há opção de karaokê e aulas de inglês em streaming video.

Veja também

Base da TV paga cresce 30,7% em 2010

A base de clientes de TV por assinatura no Brasil teve crescimento de 30,7% em 2010 no Brasil, totalizando 9,77 milhões de domicílios.

Os números são da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Anatel: TV paga só renova se expandir

A Anatel anunciou que só vai liberar renovações de outorgas para prestação de serviço de TV a cabo às fornecedoras do serviço que aumentarem sua cobertura no país e investirem na modernização tecnológica das infraestruturas.

Vandalismo volta a derrubar NET em POA

Os serviços da NET voltaram a ficar indisponíveis em algumas regiões de Porto Alegre nesta quinta-feira, 14.

Na quarta, 13, cerca de 11 bairros da capital gaúcha haviam ficado sem NET devido a um problema que, segundo divulgado pela operadora, foi causado pelo rompimento de cabos por vândalos, que teriam furtado fibra ótica na Avenida Salvador França.

Os serviços, entretanto, foram restabelecidos por volta das 7h30 da quinta.

Lucro da Net encolhe no 3,5% no 4T10

A Net Serviços de Comunicação obteve lucro líquido de R$ 133 milhões no quarto trimestre de 2010, inferior em 3,5% aos R$ 137,9 milhões somados um ano antes.

A empresa verificou ainda lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) de R$ 446,2 milhões, superior aos R$ 347,8 milhões verificados no trimestre final de 2010.

SP: Net adere à banda larga popular
A Net, operadora de TV por assinatura, vai assinar na terça-feira, 22, o ingresso da empresa no Programa Banda Larga Popular do governo paulista.

Lançado em outubro pelo governador José Serra, o programa permite acesso rápido à Internet por R$ 29,80 mensais. O mercado potencial abrange 2,5 milhões de residências, segundo informações da Reuters. Desse universo, pouco menos de 700 mil casas possuem computador sem Internet, e as demais têm conexão discada.
Após quatro anos, 46% do BR tem TV digital

Quatro anos depois da estreia no Brasil, a disponibilidade de serviços de televisão digital no Brasil chegou a 45,98% da população, informou nessa quinta-feira, 14, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Segundo a autarquia, os serviços de TV digital estão disponíveis a 87,7 milhões de pessoas em 480 municípios, com 102 emissoras operando com a tecnologia.

A transmissão de TV digital começou na cidade de São Paulo, no final de 2007.

Loducca cria TV online com TTs do Twitter

A agência Loducca casou o Twitter e o Youtube para criar o TwitTV, um mashup cuja programação transmite vídeos relacionados ao tópicos emergentes (trending topics) do microblog em diversos países.

Publicado nessa semana, o site brinca com o layout de uma TV, incluindo os seletores de canais.

Basta acessar o endereço para conferir as últimas postagens no Youtube relacionadas ao tópico. Caso o ranking de discussões se altere, a programação da TwitTV também muda.

Brasileiras: e-mails e TV ao mesmo tempo
A maioria das entrevistadas brasileiras (92%)  costuma enviar e receber emails enquanto assiste TV.
 
É o que aponta um estudo realizado recentemente pela TNS a pesquisa “Digital Life”, sobre o comportamento de compra da mulher na web.
 
A pesquisa foi feita em 46 países ao redor do mundo, incluindo o Brasil, junto a cerca de 50 mil usuários da internet.