A Motorola implementou na Forestal Mininco, madeireira do Chile, o maior sistema de radiocomunicação com tecnologia Tetra do país latino.

O projeto, que será aplicado a operações da companhia nas regiões de Maule, Bio-Bio e La Araucanía, em uma área de aproximadamente 40 mil km2, compreende a cobertura de radiocomunicação por meio de 14 sítios de repetição, além de uma unidade móvel.

Também inclui 1,6 mil terminais, entre radiobases, equipamentos móveis instalados em veículos e dispositivos portáteis para os trabalhadores.

Tanto o gerenciamento quanto a manutenção do sistema estão a cargo da Motorola.

“O sistema digital trouxe resultados como aumento da cobertura e melhor comunicação entre uma região e outra", conta Eduard von Plessing, engenheiro de Telecomunicações da CMPC, matriz da Forestal. "Precisávamos de uma tecnologia que permitisse abranger, sem interrupções, da sétima à nona região, além de possibilitar o desenvolvimento de aplicações de dados para aumentar a eficiência das operações florestais”, acrescenta.

Conforme o engenheiro, a Motofola foi escolhida por oferecer uma solução planejada para ter alta tolerância a falhas, permitindo a comunicação em uma área abrangente (roaming), entre outras aplicações.

“Esta é a primeira vez na América Latina que combinamos tecnologias de comunicações Tetra e sistemas ponto-a-ponto, a fim de permitir que os 14 sítios instalados se conectem ao longo de uma superfície de 40 mil quilômetros quadrados”, afirma Gabriel Contesse, gerente-geral da Motorola Chile.

Para a instalação, foram necessários processos de migração, reestruturação e treinamento, tanto do pessoal que interage com os sistemas quanto dos equipamentos, que passaram da versão analógica para a solução digital Tetra.

Em uma segunda etapa, o projeto vai adicionar a transmissão de dados e a tecnologia de localização automática de veículos (automatic vehicle location).