Android cresce 10x, mas perde para Symbian

18/02/2011 10:31

As vendas de smartphones com o sistema Android cresceram cerca de dez vezes em um ano, indo de 6,8 milhões de unidades em 2009 para 67 milhões em 2010.

O dado é do Gartner e, conforme avaliação da consultoria, corresponde a 22,7% dos 296,6 milhões de smartphones vendidos em todo o mundo no ano passado.

Tamanho da fonte: -A+A

As vendas de smartphones com o sistema Android cresceram cerca de dez vezes em um ano, indo de 6,8 milhões de unidades em 2009 para 67 milhões em 2010.

O dado é do Gartner e, conforme avaliação da consultoria, corresponde a 22,7% dos 296,6 milhões de smartphones vendidos em todo o mundo no ano passado.

Mesmo com a expansão, a interface do Google fica na segunda posição, entre os sistemas operacionais mais usados nos aparelhos, perdendo para o Symbian, da Nokia, presente 112 milhões dos equipamentos comercializados em 2010.

Porém, conforme previsão do Gartner, as coisas devem se inverter este ano: o ritmo de crescimento do Android deve recuar, mas mesmo assim o sistema tende a superar o Symbian.

Tal projeção se deve, em parte, ao recente anúncio de que a Nokia passará a usar o Windows Phone, da Microsoft, em seus smartphones, segundo a análise da consultoria.

Faz sentido: o Windows Phone foi o quinto colocado da lista do Gartner em 2010, com 12,4 milhões de unidades vendidas e só 4,2% de participação de mercado.

A consultoria até prevê fortalecimento do sistema da Microsoft para smartphones no mercado mundial, em função da parceria com a Nokia, mas só a partir de 2012.

Outro fator de enfraquecimento do Symbian, de acordo com o levantamento, foi a própria queda de mercado da Nokia.

Apesar de liderar o mercado de sistemas operacionais para smartphones em 2010, a fabricante finlandesa teve crescimento tímido neste segmento: 38%, enquanto o mercado geral destes softwares aumentou 72%.

Com isso, o market share da Nokia caiu de 47% para 38% no ano passado.

Fora da disputa entre primeiro e segundo lugar no mercado de plataformas para smartphones, o iOS (iPhone) e o Blackberry OS (Blackberry) vêm logo atrás.

No ranking, o sistema da RIM fica em terceiro lugar e o da Apple, em quarto.

Mas a diferença é pequena: enquanto as vendas do Blackberry OS chegaram a 47,5 milhões de unidades em 2010, as do iOS ficaram em 46,6 milhões.

Em termos de crescimento, porém, a Apple passa à frente da concorrente: no ano passado, a fabricante do iPhone expandiu em 87% as vendas de seu sistema móvel, enquanto a RIM teve taxa de elevação igual à da decadente Nokia, 38%.

Assim, conforme a projeção do Gartner, 2011 também prepara uma inversão de posições no terceiro e quarto lugares do ranking. E “rapidamente”, afirma a consultoria.
 

Veja também

Google tentou convencer Nokia a usar Android

Durante palestra no Mobile World Congress (MWC) nessa terça-feira, 15, o CEO do Google Eric Schmidt declarou que a empresa tentou convencer a Nokia a adotar a plataforma móvel Android em seus smartphones.

“Nós teríamos adorado se eles tivessem escolhido o Android. Escolheram o Windows. A oferta para que eles o adotem mais tarde continua aberta”, afirmou Schmidt.

Tablet brasileiro roda Android e custa R$ 1,6 mil

A mineira MXT Industrial, com sede em Betim, é a responsável pelo primeiro tablet 100% nacional.

Chamado de i-MXT, o modelo deverá custar entre R$ 1,6 mil e R$ 2 mil.

Mas, conforme declarou o diretor-executivo da empresa, Etiene Guerra, em entrevista ao site Convergência Digital, o modelo pode baratear em até 30%, caso as promessas de desoneração do governo federal se cumpram.

Android avança sobre mercado do iPad

A empresa Strategy Analytics divulgou nessa quarta-feira, 02, dados que apontam para perda de mercado da Apple nos tablets.

Segundo o estudo, o sistema operacional Android conquistou uma fatia de 22% desse mercado no último trimestre de 2010 – uma dentada de 20% no mercado do iPad, que registrou 75% nos últimos três meses do ano passado.

No terceiro trimestre de 2010, aponta a pesquisa, a Apple tinha 95% da fatia de mercado.

Sony-Ericsson troca Symbian por Android

A Sony-Ericsson confirmou nesta sexta-feira, 24, o abandono do  Symbian OS e a adoção do Android nos seus próximos smartphones.

A companhia já havia usado o sistema operacional para celulares do Google  no Xperia X10, Xperia X10 Mini e Xperia X10 Mini Pro.

Entretanto, a Sony-Ericsson continuará fazendo parte da Symbian Foundation, entidade que governa o desenvolvimento do sistema operacional.

Canalys: Android lidera em smartphones

O sistema operacional Android, do Google, superou o líder histórico do mercado de celulares inteligentes (smartphones) Symbian, da Nokia, como plataforma mais popular no quarto trimestre.

A informação foi apurada pela empresa de pesquisa Canalys.

Todas os fabricantes de celulares venderam um total de 32,9 milhões de aparelhos Android no último trimestre do ano passado, ante vendas totais de modelos com Symbian de 31 milhões de unidades.

App que compara CLT e PJ chega ao Android

Dois mil downloads na App Store depois do lançamento, o desenvolvedor porto-alegrense Dyorgio Nascimento criou uma versão para Android do app CLT x PJ.

Na prática, o software móvel procura ajudar profissionais a comparar qual regime de trabalho pode ser mais vantajoso a partir de informações como salário, benefícios, valor hora e horas mês.

Esse foi o primeiro app para iPhone de Nascimento, que trabalha com Java há seis anos.

Trend Micro: iOS é mais seguro do que o Android

Em entrevista à agência Bloomberg nessa terça-feira, 12, o analista Steve Chang, da Trend Micro, declarou que o iOS é mais seguro que o Androidd quando se fala de ameaças à dispositivos móveis.

"O Android é de código aberto, o que significa que os hackers podem entender como ele foi construído e a linha de código", disse Steve.

Nielsen: quem compra smart novo vai de Android

Estudo da empresa de pesquisas Nielsen indica que 41% dos consumidores nos Estados Unidos que adquiriram um smartphone novo nos últimos seis meses compraram um Android.

O índice é quase o dobro da fatia que o iPhone tem entre os novos usuários de celulares inteligentes.

Em segundo colocado, o aparelho da Apple foi a preferência entre 27% dos new adopters, seguido pelo BlackBerry, da Research In Motion (RIM), com 19% das compras no último semestre pesquisado, encerrado em dezembro.

Oposição à parceria MS/Nokia recua

A resistência não perseverou.

Depois de 36 horas de oposição à parceria Microsoft e Nokia, anunciada na semana passada pelas empresas, o movimento Nokia Plan B (Nokia, Plano B), recolheu o estandarte e declarou o fim da campanha que alteraria as regras do acordo recém-firmado.

O plano era obter a maioria na assembleia de acionistas marcada para maio e mudar a estratégia.

Linux quer tirar vantagem do acordo Nokia/MS

A unidade da Fundação Linux voltada para mobile, chamada de LiMo, espera se beneficiar da parceria entre Microsoft e Nokia. Como?

Em entrevista à agência Reuters, o diretor da LiMo, Morgan Gillis, explicou que, com a união de duas grandes empresas, fabricantes menores de smartphones podem se sentir incentivadas a buscar plataformas alternativas de software.

Funcionários da Nokia contra acordo com MS

Mais de mil funcionários da fábrica da Nokia foram ás ruas nessa sexta-feira, 11, na Finlândia, em protesto pelo acordo anunciado com a Microsoft pela manhã, em Londres.

Utilizando seu horário de trabalho flexível, os trabalhadores de Tampere e Oulu resolveram demonstrar sua preocupação com os rumos da companhia.

Parceria com MS derruba ações da Nokia

O acordo celebrado entre Nokia e Microsoft, em Londres, na manhã dessa sexta-feira, 11, teve um reflexo pouco festivo nas ações da finlandesa fabricante de celulares – queda de 10% na abertura da bolsa de Helsinque (Finlândia).

Já na quinta-feira, 10, o anúncio fora anunciado pela agência Bloomberg.

Ironicamente, o acordo visa a fortalecer a atual líder de mercado na disputa contra as emergentes Apple e Google, que ganham espaço com as plataformas iOS e Android, respectivamente.

Bloomberg: Nokia deve ter parceria com MS

A Nokia estaria próxima de anunciar uma parceria com a Microsoft, informa a Bloomberg.

Segundo matéria publicada pelo site da agência de notícias norte-americana na manhã dessa quinta-feira, 10, o acordo seria mais uma tentativa da empresa finlandesa de se fortalecer no mercado de smartphones e dispositivos móveis, atualmente dominado por Apple e Google.

Nokia anuncia corte de 1,8 mil empregos

Apesar de ter informado um resultado melhor do que o esperado no terceiro trimestre, a finlandesa Nokia anunciou o corte de até 1,8 mil empregos globalmente.

O lucro do terceiro trimestre da companhia caiu para € 0,14 por ação, ante o € 0,18 de um ano antes. Segundo previsão anterior de analistas, a queda poderia chegar a € 0,08, não ficando acima de € 0,12 por papel, informa a Reuters.

Nokia aposta em lojas próprias no Brasil

A estratégia da Nokia de investir no varejo, com lojas próprias, chegou ao Brasil.

Segundo o sote IDG Now, trata-se de uma forma de resistir à concorrência e tentar manter a liderança no mercado mundial de celulares.

No terceiro trimestre de 2010, a empresa manteve a liderança nas vendas globais de celulares, com 28,2% de market share.

Fundação Symbian encerra atividades dia 17

Dia 17 de dezembro será o último dia de atuação do site oficial da Fundação Symbian, o que representará o fim da distribuição do código do sistema operacional móvel pela página.

O fechamento do endereço está ligado ao comunicado do dia 8 de novembro emitido pela fundação, informando que a Nokia assumiria todo o controle sobre o desenvolvimento da plataforma, transformando a fundação num órgão de licenciamento.