Huawei vendeu 20 milhões de celulares em todo o mundo em 2011

Tamanho da fonte: -A+A

A Huawei quer ganhar mais clientes no Brasil com uma nova estratégia: a venda direta ao consumidor final, sem passar pelo varejo ou operadoras.

O serviço entra no ar no dia 26, com um novo modelo de celular, cujo preço é R$ 999.

Na prática, as comercializações via e-commerce e f-commerce serão utilizados, com a criação de páginas exclusivas na internet para a compra no país.

Segundo Kelvin Song, diretor de marketing da Huawei Device Co, Ltd no Brasil, o formato trará preços mais competitivos aos clientes brasileiros, com foco em smartphones e nos usuários de planos pré-pago, 81,89% da base nacional de celulares.

“Iremos focar em um novo modelo de negócios que aproxima ainda mais a Huawei do consumidor final alinhado com o conceito simply share”, destaca Song.

O Brasil será o primeiro país fora da China que terá este modelo de negócios.

Desde o ano passado, a empresa monta no Brasil o modelo Ideos em parceria com a Flextronix, do interior de São Paulo. Equipado com o Android (2.2), o modelo é comercializado por R$ 400.

Em 2011, a Huawei vendeu 20 milhões de celulares em todo o mundo, cinco vezes mais do que em 2010. As vendas somaram US$ 6,8 bilhões na divisão celulares e tablets.

O montante é 40% maior do que os US$ 4,8 bilhões obtidos em 2010.

Conforme dados do IDC, a companhia chinesa é a segunda maior fabricante de aparelhos de telecomunicações e a sexta maior produtora de celulares do mundo.