Tablet da Samsung, o Galaxy TAB é o primeiro concorrente do iPad a chegar oficialmente no Brasil

Tamanho da fonte: -A+A

Usar os tablets para aumentar a fatia de planos de dados voltados para celulares inteligentes é a intenção da Vivo com o lançamento do tablet Galaxy TAB, da Samsung.

O modelo foi anunciado nesta terça-feira, 23, para os estados do sul do Brasil – o aparelho já é vendido, desde a última sexta-feira, em São Paulo e Rio.

A expectativa da diretora da regional Sul da operadora, Clenir Wengenowicz é que o aparelho se “transforme em objeto de desejo do consumidor brasileiro”.

“Nossa meta com o tablet é incrementar os 47% de volume que nós já temos entre os smartphones no pós-pago”, diz Clenir.

Pegar carona na popularidade do Galaxy TAB para aumentar a fatia nos serviços de dados se justifica. Segundo a Samsung, 600 mil unidades do aparelho foram vendidas mundialmente no primeiro mês de lançamento.

Grande parte desse desempenho é atribuído ao sistema operacional Android, do Google. A plataforma, conforme estudo da consultoria IMS, chegará a 15,2% em 2011 e subirá para 28,4% até 2015, tomando parte da fatia da Apple, atual líder do segmento.

Para cair no gosto do consumidor brasileiro, no entanto, o aparelho terá que enfrentar o preço salgado. Pela Vivo, os valores variam de R$ 599 (plano mensal de R$ 715,90) a R$ 2.299 (pré-pago).

Na ponta do lápis, quem optar por pagar menos pelo tablet terá gasto mais de R$ 8,5 mil entre serviços da operadora e aparelho ao final de um ano.

Nos Estados Unidos, o aparelho sai por US$ 599, sem contrato.

Tablet com sinal de TV
Pesando pouco mais de 300 gramas e com as dimensões de um livro de bolso, o Galaxy TAB se diferencia do iPad por rodar flash, poder ser usado como telefone e, ainda, receber sinal de TV (digital e analógico).

Com interface touchscreen, o aparelho não se diferencia muito de celulares Android, exceto pela tela, de sete polegadas.

O Galaxy TAB vem com aplicações de tradução, GPS e leitores de e-books. Além disso, apps disponíveis no Android Market também rodam no tablet, mesmo que não tenham sido desenvolvidos para a tela maior.

O aparelho começa a ser vendido em Porto Alegre nesta terça, inicialmente, na loja da operadora no shopping Iguatemi. Posteriormente, as unidades da rua 24 de outubro e dos shoppings Praia de Belas e Barra. Num primeiro momento, apenas clientes cadastrados receberão o Galaxy TAB.

Segundo Clenir, não há previsão para início das vendas no interior do estado antes do final do ano.

A Vivo é a primeira a trazer o Galaxy TAB para o mercado gaúcho.

Na Claro, os aparelhos já estão disponíveis em lojas de Curitiba, Joinville e Blumenau. Nas demais praças do Paraná e de Santa Catarina, o aparelho tem previsão de chegada para o dia 1º de dezembro, e no Rio Grande do Sul a partir da segunda semana de dezembro. A TIM deve começar a vender o aparelho na região sul até o Natal.

Em nota, a Oi informou que “vai disponibilizar nos próximos dias, em algumas franquias selecionadas, o Samsung Galaxy Tab no Brasil”.