Juniper e Telefonica testam arquitetura de rede

27/06/2011 12:08

Juniper Networks e Telefonica I+D, divisão de pesquisa e desenvolvimento da Telefónica, acabam de anunciar uma nova arquitetura de rede óptica multicamadas e IP dinâmico.

Em teste, a nova arquitetura foi batizada de Supercore Convergente e é desenvolvida com base no painel de controle Junos, rodando nos roteadores de core e edge da companhia.

Tamanho da fonte: -A+A

Juniper Networks e Telefonica I+D, divisão de pesquisa e desenvolvimento da Telefónica, acabam de anunciar uma nova arquitetura de rede óptica multicamadas e IP dinâmico.

Em teste, a nova arquitetura foi batizada de Supercore Convergente e é desenvolvida com base no painel de controle Junos, rodando nos roteadores de core e edge da companhia.

Focada na redução da complexidade de rede do provedor de serviços e dos custos de suporte para o crescimento do tráfego conduzido por novos aplicativos de rede, a novidade usa o GMPLS (Generalized Multi-Protocol Label Switching) como mecanismo de sinalização.

“A capacidade de uma infraestrutura óptica de IP em se adaptar dinamicamente às mudanças e prover um mecanismo eficiente de transporte é fundamental para que os provedores de serviços reduzam seus Capex e Opex, maximizando seus níveis de serviços”, afirma Enrique Algaba, diretor de Tecnologia da Telefonica I+D.

Segundo ele, a nova arquitetura, ainda em fase de testes, pode se adaptar a novos tráfegos e padrões à medida que eles atravessam a rede, o que passa pela expansão de vídeos, downloads diretos e novos aplicativos.

“Estamos trabalhando na definição de como as redes deverão ser construídas nos próximos cinco a dez anos, e a coordenação das camadas IP e óptica é um pilar fundamental nessa arquitetura de próxima geração”, prossegue Algaba. “Nossa colaboração com a Juniper para testar esse modelo demonstra o que a rede do futuro pode alcançar”, complementa.

Já Luc Ceuppens, VP de Marketing de Produto do Grupo de Sistemas de Plataforma da Juniper, detalha o projeto.

“A capacidade-chave necessária para a construção e manutenção de redes de transporte de core mais econômicas é a inteligência para coordenar recursos nas camadas IP e óptica”, afirma. “E esta é a filosofia por trás de nossa nova arquitetura de supercore convergente, que combina MPLS com integração e switching ópticos para entregar escalabilidade com menos elementos de rede e sem comprometer a confiabilidade do serviço”, finaliza.

Com sede nos EUA, a Juniper é especializada em soluções de rede diversas: o portfólio reúne desde dispositivos a data centers, de produtos para consumidores a cloud computing, sistemas, silício e software.

A Telefonica I+D é a empresa de P&D do Grupo Telefónica, contando com uma rede de centros de inovação na Espanha, Brasil e Reino Unido.

A divisão atua, junto a parceiros, em projetos nas áreas de redes, segurança, M2M, cloud, vídeo, saúde, serviços e plataformas de comunicação e serviços financeiros.
 

Veja também

Terra: acesso remoto com Juniper

O Terra Networks acaba de implantar o cliente de rede Junos Pulse, da Juniper Networks, para acesso remoto dos funcionários aos sistemas corporativos e dados confidenciais a partir de smartphones, iPads e outros dispositivos móveis.

Juniper: segurança em smartphones

A Juniper Networks nesta segunda-feira, 01, a Suíte Junos Pulse Mobile Security, voltada para a segurança de smartphones. A solução oferece acesso seguro a aplicativos corporativos e e-mails em qualquer dispositivo móvel.

Dados da consultoria IDC apontam que foram vendidos 340,5 milhões de celulares no terceiro trimestre, sendo que um dos cinco maiores fabricantes trabalha exclusivamente com celulares inteligentes.

App permite acesso a VPN Juniper no iPhone

A Juniper Networks acaba de lançar o Junos Pulse, um app gratuito que permite acesso a redes VPN via  iPhone e iPod touch.

O aplicativo estende o alcance da Juniper em VPN SSL, que hoje atende 25 milhões de usuários.

O Junos Pulse foi desenvolvido para economizar bateriam desconectando-se automaticamente da VPN quando o iPhone não estiver ativo e conectado via Wi-Fi, restabelecendo a conexão VPN quando necessário.

Telefónica injetará R$ 24,3 bi no BR até 2014

Entre 2011 e 2014, a a Telefónica pretende investir R$ 24,3 bilhões no Brasil, um aumento de 52% sobre o total direcionado aos negócios da empresa país no quadriênio anterior.

Segundo a companhia, os recursos serão destinados à modernização e expansão de redes e lançamento de produtos e serviços em telefonia e banda larga nas tecnologias fixa e móvel, além de TV por assinatura.

Governo quer desonerar redes de fibra ótica

Equipamentos para redes de fibra ótica devem receber, em breve, incentivos do governo.

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse nessa sexta-feira, 17, que a União concederá desoneração de impostos para a produção de hardware voltados à infraestrutura de telecomunicações.

Juniper Networks adquire SMobile

A Juniper Networks entrou em acordo definitivo para aquisição da SMobile Systems, companhia de software estabelecida no estado norte-americano de Ohio e focada especificamente em soluções de segurança para smartphones e tablets voltadas a corporações, provedores de serviços e mercados de consumo.

Juniper tem nova arquitetura de data center

A Juniper Networks lança a arquitetura “3-2-1” para redes de data center.

A proposta do lançamento é simplificar redes de data center já existentes, reduzindo-as das atuais três camadas para duas e, futuramente, para uma.

A Juniper anuncia também os novos roteadores e switches 10 Gigabit Ethernet com desempenho até oito vezes superior na rede e redução de até 35% das despesas de capital, além de planos para o data center de redes convergentes.

Cisco e Juniper são vulneráveis, diz EUA
O governo dos Estados Unidos identificou falhas nos equipamentos de quatro empresas, entre as quais a Cisco Systems e a Juniper Networks, informa a Reuters. Segundo a avaliação, trata-se de vulnerabilidades que podem ser exploradas por hackers para invadir redes de computadores de empresas.

Além das duas empresas citadas, o relatório do U.S. Computer Emergency Readiness Team (US-CERT), parte do Departamento de Segurança Interna norte-americano, também alerta para falhas em equipamentos da SonicWall e SafeNet.
Telefônica tem nova instabilidade em banda larga

A Telefônica voltou a apresentar instabilidade em sua rede de banda larga, diz o jornal Valor Econômico nessa terça-feira, 14.

O novo problema se dá dois anos após a empresa de enfrentar problemas que levaram a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a proibir temporariamente a venda de novas assinaturas do serviço Speedy.

Segundo a operadora, foram detectadas falhas em dois roteadores por onde passa o tráfego internacional de internet, relata o Valor Econômico.

Telefônica: certificado digital poupa R$ 460 mil

A Telefônica deve economizar R$ 460 mil por ano com o processo de certificação digital. Adotada por algumas áreas da empresa no ano passado, a iniciativa será consolidado ao longo de 2011.

Além de minimizar os impactos ambientais – redução de 2,3 milhões no consumo de folhas de papel –, o projeto baixa de 220 horas para quatro o trabalho mensal de seleção de amostras em campo realizado pela empresa.

Lucro da Telefônica cai 13,7% no trimestre

Com valor nominal de R$ 418,3 milhões, a Telefônica informou nessa quinta-feira, 12, resultado 13,7% abaixo do alcançado no mesmo período do ano passado (R$ 485 milhões).

A empresa informou que sofreu danos com as chuvas no Estado de São Paulo e que isso provocou aumento nos gastos de manutenção e limitação da atividade comercial.

Telefônica indenizará cliente em R$ 7 mil

A Telefônica foi condenada a indenizar Fabio Pagnusson Pachedo, de Piracicaba (SP), em R$ 7 mil.

Pachedo, cliente do serviço de internet Speedy, assinou o serviço em setembro de 2007, informa o site da Folha de S. Paulo. A partir de novembro do mesmo ano, no entanto, ele começou a receber cobranças indevidas da companhia.

Depois de tentar, sem sucesso, reaver o dinheiro, o assinante tentou cancelar o serviço 15 vezes. Quando tentou cancelar recebeu outras cobranças indevidas.

Redes de Claro e Vivo terão manutenção

Vivo e Claro anunciaram nessa quinta-feira, 23, que farão manutenção de suas redes nos próximos dias, o que pode resultar em interferências e interrupções dos serviços de voz e dados das operadoras.

Fluke: novidades em teste de redes

A Fluke Networks, especializada em soluções para instalação e certificação, teste, monitoramento e análise de redes de cobre, fibra óptica e wireless, anuncia a nova versão do AirCheck Wi-Fi, dispositivo portátil para detecção WLAN.

Na versão 1.2, o testador permite a técnicos e engenheiros de linha de frente de sistemas sem fio identificarem instantaneamente qualquer cliente, dispositivo de acesso ou ponto de acesso (AP) numa rede sem fio, segundo a fabricante.

Sicoob acelera rede com Riverbed

O Sicoob obteve uma redução de 77% no tráfego da sua rede WAN após adotar uma solução de aceleração de redes da Riverbed com implementação da gaúcha TechChannel.

Além disso, a velocidade dos links ficou cinco vezes mais rápida. O retorno do investimento é aguardado para um período entre 8 e 12 meses.