Tamanho da fonte: -A+A

A Sony-Ericsson confirmou nesta sexta-feira, 24, o abandono do  Symbian OS e a adoção do Android nos seus próximos smartphones.

A companhia já havia usado o sistema operacional para celulares do Google  no Xperia X10, Xperia X10 Mini e Xperia X10 Mini Pro.

Entretanto, a Sony-Ericsson continuará fazendo parte da Symbian Foundation, entidade que governa o desenvolvimento do sistema operacional.

A Motorola já havia se retirado da Symbian Foundation e cancelado o desenvolvimento de aparelhos baseados no sistema operacional em dezembro de 2008.

Assim, a Nokia passa a ser a única usuária do sistema, cujo código-fonte foi publicado em fevereiro deste ano sob uma licença open source.

Mesmo na companhia finlandesa, o Symbian está em baixa. A Nokia já afirmou que o Nokia N8 será o último aparelho top de linha a usar o sistema.

Futuros aparelhos serão baseados no Meego, sistema baseado em Linux que é uma fusão do Maemo (desenvolvido pela Nokia e usado no N900) e do Moblin (sistema Linux para tablets e netbooks criado pela Intel).