Tamanho da fonte: -A+A

A partir de janeiro próximo, as chamadas de telefones fixos para móveis terão uma redução gradual.

Até 2014, o custo deverá ser 20% inferior ao atual, segundo a diminuição da tarifa de interconexão, aprovada nessa quinta-feira, 27, pela Anatel.

Hoje, a tarifa custa R$ 0,54 por minuto, sendo R$ 0,12 destinado às prestadoras fixas e R$ 0,42 para as móveis. A fatia que será reduzida aos poucos, até o ápice de 30%, explica a Folha de S. Paulo, é justamente a das móveis, que contam com o incentivo.

A ideia do governo é que em 2012 se passe a pagar R$ 0,48; em 2013, R$ 0,44, e R$ 0,42 em 2014.

Na prática, segundo a Anatel, a queda será de aproximadamente 10% no valor de cada ligação. Mas, aos poucos, os usuários vão pagar cada vez menos, de acordo com a agência.

O objetivo é que o próximo reajuste chegue a 12%. No total, a Anatel pretende promover a redução em três etapas. A última deve ficar em 7%.

A agência informou que a decisão sobre as novas tarifas será publicada em, no máximo, 80 dias. A partir da publicação, as empresas de telefonia terão 20 dias para a execução da medida. Caso a decisão não seja cumprida, a Anatel tomará providências em relação a essas empresas.

Para o governo, o subsídio se tornou desnecessário num cenário em que as operadoras lucram como nunca, com uma base aproximada de 230 milhões de celulares no país.

Segundo o setor, as empresas deixarão de arrecadar até R$ 4 bilhões nesse período pelo fim do incentivo.