Tamanho da fonte: -A+A

A Vicom, subsidiária brasileira da British Telecom (BT), firmou dois contratos com a Caixa Econômica Federal, somando um projeto com valor total de R$ 272,8 milhões.

O primeiro, envolve serviços de telecomunicações para conectar, em âmbito nacional, a rede de Casas Lotéricas aos datacenters da CEF. O segundo, prevê o mesmo trabalho junto aos correspondentes bancários da instituição.

Pelo contrato para a rede de loterias, a BT irá conectar 11 mil lotéricas que também prestam serviços bancários básicos.

As conexões serão implementadas mediante a integração de várias tecnologias de acesso e backbone, em configuração redundante e de alta resiliência. A rede será gerenciada pela BT, a partir de seu centro de operações localizado em Hortolândia.

Ao todo, serão mais de 35 mil terminais lotéricos instalados.

O projeto também pevê a modernização da solução que transmite a Brasília os sorteios realizados nas promoções Caminhões da Sorte, realizadas em lotéricas de todo o país.

Já o contrato relativo aos correspondentes bancários prevê a conexão de 5,6 mil pontos em todo país.

Os correspondentes são estabelecimentos comerciais credenciados para atendimento em algumas áreas de serviço da CEF. Nestes locais, é possível realizar transações bancárias básicas e fazer saques de benefícios.

“É notável que em alguns lugares do país essas casas constituem a ser o único acesso a serviços financeiros básicos”, afirma Sérgio Paulo Gallindo, diretor geral da BT no Brasil.

No contrato focado nos correspondentes, a BT irá usar predominantemente tecnologia satelital, o que, conforme Gallindo, reduz os custos do projeto.

A empresa também assume, neste contrato, o suporte preventivo das redes, serviços de help desk para manutenção remota e manutenção presencial.